kasnknsksa

Páginas: 7 (1551 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
O Pensamento Político de Rousseau | O Contrato Social


Introdução:
Para que se discorra a respeito da Política em Rousseau (mais especificamente em sua obra que enuncia O Contrato Social), é necessário postular-se ao período em que as linhas relativas a este contexto tomam frente ao meio civilizatório. Rousseau, juntamente com Hobbes e Locke, é integrante de uma importante trindade no campopolítico. Sua postura, aliada aos demais citados, configura a face do Contrato Social, que a partir de então garante sua vez nas páginas do processo evolutivo pós-medieval – ao qual comumente podemos atribuir A Nova Era do Estado, ou o Estado Moderno. O período em questão é, pois, a modernidade. Vemos, neste encalço, os gritos revolucionários que ainda cortavam os céus da burguesia, bem como sualuta ilustrada, frente aos avanços do novo tempo. É a fase em que a Europa transforma-se em verdadeiro pátio de pensadores, os quais tentavam quebrar os elos com a metafísica da escolástica. É neste período que vai se constituindo o pensamento politico. Observamos pela primeira vez na história a formação dos Estados e Nações, estabelecidos estes na colocação concreta do poder.
Rousseaupreocupou-se, acima de tudo, com a felicidade humana. Via-nos como homens integrantes da própria natureza, ao passo que desta maneira emergíamos de sua essência. Para o pensador, o homem nasce feliz e perfeito e somente irá se corromper na civilização, a qual, em progresso, será capaz de quebrar a harmonia. A problematização está plenamente em justificar como o homem, sendo tão bom, pode sepersuadir pelos maus enclaves da sociedade.

Resumo Expressivo do Livro I – Capítulos VI a IX
Do Pacto Social
Como já atribuído anteriormente, o homem nasce perfeito e feliz em seu Estado de Natureza. Este deve abrir mão das forças externas que o façam perder sua harmonia, seu instinto natural. O homem, por si, é corrompido por ações que visam a ordenação social, e bloqueia, neste sentido, seusvalores quando age em favor da “agressão” a seu estado natural.
É preciso que se conquiste novamente o ato de ser livre, de estar seguro das forças. E para isso necessita-se de uma forma de associação, a qual defenderá por si e per si o homem e todos os seus bens das agressões e das forças externas. Cada indivíduo, unido aos demais associados, deve obedecer a si mesmo, e somente assimpermanecerá tão livre quanto anteriormente dito. Por conseguinte, o homem deve mudar seu estado primitivo, pois este não tem condições de subsistir e logo perecerá. A partir deste contexto, é necessário que os homens encontrem um meio de se associar em um concurso de todos, em busca de uma força unânime capaz de guardar e proteger a si e aos bens, que então passam ser parte de Direito. A força e aliberdade individuais configuram o principal instrumento de conservação do homem natural, e este só pode permanecer fiel à sua integridade frente ao acordo – ao Contrato Social, que garante a verdadeira associação entre os indivíduos, os quais, doravante, serão detentores da propriedade e da ordem civil.
O associado, para efeito da causa, deve alienar-se por completo com todos os seusdireitos, em favor da comunidade. Esta, destarte, é a cláusula sintética de todas as outras que compõem o contrato social defendido por Rousseau. É a união do particular para que se atinja o comum, e assim construa-se a vaidade das causas civis e dos direitos até então sucumbidos pelos domínios do antigo regime. Este, no entanto, sofreu transformações no campo filosófico e político, visando apreservação de um estado humano corrompido pela civilização, que usa da razão. É defendido por Rousseau que esta encontra-se abaixo da moral, pois o homem deve agir sob emoções, finalizando seus instintos. O racional faz com que sofra ingerências, conflitos e coerções.
É neste estágio que os homens governam-se a si e desconhecem um superior comum que decida pelo bem coletivo. Todos são juízes...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!