Horacio Quiroga

Páginas: 5 (1172 palavras) Publicado: 2 de novembro de 2013
1878 – A 31 de dezembro, em Salto, no Uruguai, nasce Horacio Silvestre Quiroga Forteza, filho de Prudencio Quiroga e Juana Petrona Forteza.
1879/89 – Morre Prudencio Quiroga, vítima de um disparo acidental de sua própria arma (segundo alguns pesquisadores, o tiro não foi casual). Quiroga estuda em Salto, numa escola fundada por maçons.
1890/5 – Freqüenta o Instituto Politécnico, em Salto, e oColégio Nacional, em Montevidéu. A mãe se casa com o argentino Ascensio Barcos.
1896 – Suicida-se o padrasto. Com três amigos forma em Salto um grupo literário. Lêem poetas franceses e escrevem poemas. Quiroga apaixona-se por María Ester Jurkowski, mas o romance não prospera em virtude da oposição da família dela. Mais tarde, esse caso daria o argumento para o conto “Una estación de amor”.
1897 –Viaja de bicicleta de Salto a Paysandú, uma proeza na época.
1898 – Na imprensa de Salto aparece seu primeiro artigo, sobre ciclismo. No verão, vai a Buenos Aires e conhece o poeta argentino Leopoldo Lugones, cuja obra admira.
1899 – Publica seu primeiro conto e lê Baudelaire, Poe, Lugones. Colabora na Revista de Salto.
1900 – Viaja à Europa. Em Paris, participa de uma corrida de bicicleta noParc de Princes. No Café Cyrano, conhece Rubén Darío. Ao retornar, decide permanecer em Montevidéu, onde retoma o grupo literário com os amigos de Salto. Obtém o segundo lugar num concurso de contos, concorrendo com dezenas de escritores da América espanhola. Da comissão julgadora faziam parte os conhecidos autores uruguaios Javier de Viana e José E. Rodó.
1901 – Recebe em Montevidéu a visita deLugones. Morrem dois de seus irmãos, Pastora e Prudencio. Aparece seu livro de estréia, Los arrecifes de coral, de poemas e relatos.
1902 – Em março, mata o poeta Federico Ferrando com um tiro acidental de pistola. Desesperado, tenta suicidar-se num poço, sendo contido por amigos. Depois de provar sua inocência muda-se para Buenos Aires.
1903 – Leciona castelhano no Colégio Britânico de BuenosAires e participa de uma expedição às ruínas jesuíticas, chefiada por Lugones.
1904 – Publica El crímen del otro, contos. Adquire um campo perto de Resistencia, no Chaco, para plantar algodão.
1905 – Com o fracasso da plantação, retorna a Buenos Aires. Começa a colaborar no semanário Caras y Caretas.
1906 – É nomeado professor de castelhano e de literatura na Escola Normal nº 8. Nas férias, vaia San Ignacio, em Misiones, onde adquire 185 hectares de terra com a intenção de plantar erva-mate.
1907 – Continua lecionando em Buenos Aires e namora uma aluna, Ana María Cirés, “menina de 15 anos, loura, de olhos azuis e caráter reservado”, enfrentando novamente a oposição dos pais.
1908 – Publica as novelas Los perseguidos e Historia de un amor turbio. Viaja a San Ignacio para construir acasa onde pretende morar.
1909 – Publica mais de uma dezena de contos em Caras y Caretas. A 30 de dezembro casa-se com Ana María Cirés.
1910 – Quiroga e Ana María se transferem para San Ignacio.
1911/2 – A 29 de janeiro nasce Eglé, primeira filha do casal. Quiroga cultiva erva-mate e produz suco de laranja, doce de amendoim, mel e carvão. Renuncia ao magistério em Buenos Aires e, no mesmo ano, énomeado juiz de paz e oficial do registro civil, San Ignacio, funções que exerce com pouca ou nenhuma dedicação. A 15 de fevereiro de 1912 nasce o filho Darío.
1913/4 – Ana María não se adapta à vida na selva e são constantes os desentendimentos do casal. Quiroga continua trabalhando afanosamente em suas plantações.
1915/6 – A 14 de dezembro Ana María se suicida, ingerindo forte dose de veneno(os dias finais de Ana María são relatados, como ficção, na novela Pasado amor). Quiroga permanece na selva com os dois filhos pequenos, mas, no final de 1916, retorna a Buenos Aires.
1917 – A 17 de fevereiro, por gestões de amigos, é nomeado contador do Consulado Geral do Uruguai. Publica Cuentos de amor de locura y de muerte, obra que rapidamente se esgota.
1918 – Publica Cuentos de la selva...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Horácio quiroga
  • Horacio quiroga guerra de los yacares
  • Análise de três contos de horacio quiroga: características da morte
  • Resenha livro "cuentos de la selva" de horacio quiroga
  • Análisis del cuento “la gallina degollada” de horacio quiroga
  • Horácio
  • horacio
  • Horácio

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!