historia monografica

Páginas: 7 (1648 palavras) Publicado: 22 de março de 2014
GARCIA DE RESENDE


Garcia de Resende nasceu em 1470 era natural de Évora, contemporâneo de Gil Vicente, viveu na corte de três reis diferentes: D. João II, D. Manuel e D. João III.
Sabe-se desde 1491 era secretário particular do rei D. João II sobre quem ele como cronista e poeta escreveu algumas obras como por exemplo: “Crónicas de D. João II” e “Vida e feitos del rei D. João II”.
Suasobras estão recheadas de informação de grandes interesses para o estudo da época são exemplos: “Miscelânea”, “Variedades de Histórias” (1554).

(Livro das obras de
Garcia de Resende)

Mas de todas as obras o que tornou mais conhecido foi o “Cancioneiro Geral”, editado em (1516). Nesta obra reúne cerca de mil poemas, a maioria de temática, amorosa ou satírica, escritos por cerca 300 poetas.Revela ter sido um observador atento da realidade que o rodeia e que se empenha a registar com todos os pormenores.
As suas obras serviram para que poetas que se atrevessem a contar os feitos dos portugueses nas recentes conquistas e navegações (esta preocupação da fama, da poesia que perpetua a glória dos homens, é muito renascentista).


Como muitos homens renascentista Garcia de Resende tinhamuitas facetas: era poeta lírico, tocava instrumentos musicais, desenhava e para alem disso julgava-se entendido entendido em arquitectura militar, era um homem de grande gosto e cultura com talentos arquitectos.


(Pagina do "Cancioneiro Geral" editado em 1516)


Durante o reinado de D. Manuel continuo a desempenhar funções na corte. Acompanhou o rei em 1498, no encontro que esteve com osreis de Espanha, também fez parte da embaixada enviada ao papa Leão X em 1514.

No ano seguinte foi nomeado cavaleiro da ordem de Cristo, em 1516, era escrivão do príncipe D. João. Em 1518 recebeu o título de fidalgo da casa do rei.

(Convento do Espinheiro em Èvora)

Nos últimos anos na sua vida retirou-se por doença da corte veio para o Alentejo (Évora), onde mandou edificar uma capela emhonra de Nª Sª do Espinheiro.


Acabou por morrer em (1536) e está sepultado na capela que ele mandou construir.




(Janela da casa de Garcia Resende no Alentejo)





ANTÓNIO FERREIRA


António Ferreira nasceu em Lisboa (1528). Foi um escritor português, considerado um dos maiores poetas do classicismo renascentistas de língua portuguesa estudou direito na universidade deCoimbra onde foi aluno de Diogo de Teive e George Buchamam que o inspiraram o gosto pelo teatro. Daí destacou-se, sobretudo, pela tentativa de introduzir em Portugal o teatro clássico, escreveu as comédias "Bristo" (escrito em 1552) e, "Cioso" (escrito entre 1552 e 1556) publicados em 1622.



(Foto de António Ferreira)


Na segunda edição dos seus poemas , escreveu a " Tragédia Castro" (1587), asua primeira obra impressa a mais bela e admirável obra dramática, tem por tema os amores de D. Pedro e D. Inês de Castro já anteriormente tratado por Garcia de Resende nas "Trovas à morte de D. Inês de Castro", inseridas no "Cancioneiro Geral". Casou por duas vezes e duas vezes que ficou viúvo celebra a memória da primeira mulher D. Maria Pimentel em versos comovidos. O seu lirismo amoroso éexpresso na "Éclogas" e nos "Sonetos" obras de António Resende. Na "Èclogas", em que apresenta uma visão da natureza, com figuras mitológicas.

(Capa do livro de António
Ferreira "Poemas Lusitanos")


António Ferreira reuniu a sua obras poéticas (um soneto, um poema lírico-narrativo, sobre a obra de Santa dos Vales, sonetos, elegias, éclogas, epigramas e odes) num volume, "Poemas Lusitanos"editado pelo seu filho Miguel Leite em (1587).
Sendo o aluno mais famoso de Sá de Miranda, tornou-se um defensor incondicional da medida nova e da língua portuguesa, que usou exclusivamente, condenando o habito, que havia na altura, entre os portugueses , que tanto escreviam em português como em castelhano.
António Ferreira por algum tempo deu aulas e foi juiz na casa do civil (tribunal da...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Monografica
  • Monografica Pinterest
  • Estrutura Monográfica
  • Monografica GC
  • busca monografica
  • Monográfica Fono
  • pesquisa Monográfica
  • A arte monográfica dos "typos"

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!