Historia da amazonia

Páginas: 6 (1493 palavras) Publicado: 25 de novembro de 2013
Escola Estadual Patronato Maria Auxiliadora



Revoluções liberais, nacionalismos e unificações





Trabalho apresentado à Prof°
Maria Eliana da Rocha Nina
Paraobtenção de nota da disci-
plina de História do1°bimestre.







Alunas: Ana Karoline n° 03
Francelio n° 12
Géssica n°13
Ítala n° 14
Jamille n° 16




Série: 3°ano “A”

Humaitá-Am










Revoluções liberais, nacionalismos e unificaçõesIntrodução..................................................................03
A onda Revolucionaria...............................................04
Revoluções liberais na França....................................05
Unificação Italiana......................................................06
Unificação Alemã ......................................................07
Comuna deParis.........................................................08
Conclusão....................................................................09
Referencias Bibliográficas..........................................10













Introdução





As fases da História brasileira estão em grande parte do mundo social e com início a uma grande composição de fatos ocorridos em expreções que são fundamentais no uso desseprocesso.














Desenvolvimento


A onda Revolucionária


Foi o conjunto de fatores socioeconômicos negativos: diminuição de colheitas, situação de miséria do operariado, ausência de garantias e direitos fundamentais para o trabalhador e repressão á liberdade de expressão.
Entre os principais pontos defendidos pelo liberalismo,podemos destacar:
. Política: O Estado deveria servir ao cidadão, respeitando sua liberdade e dignidade.
. Religião: Cidadão poderia praticar livremente a sua crença religiosa.
. Cultura: Respeito pela formação nacional dos povos.
. Independência nacional: Direitos de todos.
. Autodeterminação: Direitos dos povos escolher seu sistema político.Revoluções liberais na França


A Bélgica foi a primeira a seguir o exemplo francês. Logo após estouraram sublevações na Polônia, Itália e Alemanha. Mas nestes três últimos países, os movimentos fracassaram. Somente teve êxito a revolução dos belgas.A Polônia (retalhada no século XVIII, e repartida entre a Prússia, Áustria e Rússia) pertencia, na sua maior parte, à Rússia.Despoticamente governados pelo czar Nicolau I, os poloneses sublevaram-se. Não receberam, porém, o esperado apoio da França ou da Inglaterra, e acabaram sendo derrotados após heróica resistência. A repressão do czar foi sangrenta: centenas de chefes insurretos foram executados ou deportados para a Sibéria. Na Itália, os maçons e carbonários provocaram revoltas nos ducados de Parma e Toscana, e nos Estadosda Igreja (1831), onde estabeleceram governos constitucionais. Mas as tropas austríacas sufocaram rapidamente essas insurreições. Na Alemanha, os liberais fizeram estourar movimentos em prol de constituições moderadas. Tiveram êxito em vários ducados e reinos (Saxônia, Hanôver, Brunswick), mas a Áustria (Metternich) e a Prússia anularam essas concessões. Na Bélgica, o Congresso de Viena (1815)tinha anexado a Bélgica à Holanda. Havia, porém, entre belgas e holandeses, profundas diferenças de raça, língua e religião – além de sérias divergências econômicas. Tudo isso se agravou com “a estúpida tirania” do rei holandês. Em agosto de 1830, os belgas sublevaram-se. Graças ao apoio militar da França e a aprovação da Inglaterra, a revolução triunfou. Estabeleceu-se, então uma monarquia...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Historia da Amazonia
  • História da Amazônia
  • Fichamento historia da amazonia
  • A história social e econômica da amazônia
  • Resenha
  • a pré-história da amazonia
  • Historia social da amazonia
  • Pré-história: a amazônia antes do brasil

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!