historia da africa

Páginas: 9 (2120 palavras) Publicado: 16 de junho de 2015








HISTÓRIA DA AFRICA
















Nome do aluno: Vitor Martins de Almeida



A obra de Chinua Achebe, “Things fall apart” (“O mundo se Despedaça”, em português) nos mostra, de um ponto de vista de um personagem africano nativo, a entrada forçada do homem branco no território africano, impondo suas próprias crenças e destruindo as locais e a resistência do povo contra o invasor brancodesconhecido.
O livro segue basicamente uma linha traçada pelo personagem e protagonista da história Okonkwo. A partir dele, Achebe nos mostra o cotidiano do povo Ibo da aldeia de Umuófia. Este povo era estabelecido próximo ao rio Níger, aproximadamente onde hoje se chama Nigéria. O fator psicológico de Okonkwo é uma preocupação constante que Achebe tenta demonstrar, desde a infância dividida entrealgumas honras como o desenvolvimento de sua força até a formação por um pai considerado obliterado, a partir dos valores da aldeia, uma vez que pouco trabalhava e despendia seu tempo para tocar flautas, ao invés de trabalhar com a terra, criando um contraponto em Okonkwo, herança da vergonha que sentia de seu pai e medo de seu fracasso, e é criada nele uma mentalidade para o trabalho (pautado naprodução de inhames) sempre sistemático e refletindo isto na criação com os filhos de Okonkwo.Aliás, a terra é um elemento significativo para este povo, segundo descrito no livro, por conta tanto do sustento da produção de inhames, mas também por causa da religião que eles vivem, uma vez que deuses e espíritos estão envolvidos com a terra – no caso, existe até uma terra específica para serprofanada pelos corpos dos humanos e outra é sacralizada. Okonkwo habitava em um compound, com três mulheres e seus filhos (mas cada mulher em uma casa). A narrativa de Achebe é interessante por tecer um panorama do cotidiano desta aldeia através dos capítulos dos livros, alguns exemplos de problemas e realizações, das relações familiares e de amigos na aldeia e as estruturas e instituições, tanto civiscomo religiosas, aliás, se elas fossem divididas assim na aldeia, mas, como mostra o livro, não eram. Este recurso direciona para uma leitura de um processo histórico longo, de nascimento e manutenção de tradições, que está articulado no livro inteiro.
Mais da metade do livro (os quinze primeiros capítulos de vinte e cinco) trata justamente deste processo, em que a vida dos aldeões estava emcurso sem a presença do homem branco, mas havendo referencias pontuais sobre ele, como por exemplo, quando comparado a um leproso, por conta da pele branca, em um episódio que Okonkwo e outros homens da aldeia conversavam sobre as coisas do mundo
A permanência de tais tradições se dá através da rede de relações: pai e filho mais evidente, que, no caso de Okonkwo, ele se frustra com seu filho homem,mas se orgulha de sua filha Ezinma (que fica se perguntando por que não nasceu homem). Além disso, há os casamentos, com jovens da mesma aldeia ou de aldeias diferentes, o que proporciona grandes festas e encontros entre familiares e amigos. As histórias com fundo moral e pedagógico ficava por conta das mães com os filhos. Quando eu digo fundo moral me refiro a passagem de posturas a serem seguidastomando como exemplo as situações das pequenas histórias. No entanto, a prática que mais chama a atenção, são as visitas entre os grandes homens da aldeia, que, por motivos administrativos, para resolver problemas da aldeia, firmar acordos como casamentos ou apenas para conversarem, passa por todo um processo ritual. O oferecimento de noz-de-cola, a partilha do vinho de palma entre osparticipantes da reunião e longas conversas demonstram uma sociedade pautada de fato no dividir, não só os produtos, mas o próprio tempo durante as conversas. Um detalhe importante para entender a importância da representação desta prática é que Achebe dividiu o livro em três partes: a primeira é a história de Okonkwoe seu cotidiano com a família em Umuófia, suas questões com o pai e os filhos, as práticas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • História da Africa
  • História da Africa
  • a historia da africa
  • Historia dá África
  • Historia da africa
  • História da Africa
  • historia da africa
  • historia da africa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!