HERANÇA LIGADA AO SEXO E HERANÇA HOLÂNDRICA. DOENÇAS CROMOSSOMICAS

Páginas: 6 (1382 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
ESCOLA ESTADUALBOA NOVA
3ª SERIE DO ENSINO MEDIO







SUELLEN RAMALHO PINTO








HERANÇA LIGADA AO SEXO E HERANÇA HOLÂNDRICA. DOENÇAS CROMOSSOMICAS.

















SANTA RITA DO TOCANTINS-TO
2014

ESCOLA ESTADUALBOA NOVA
3ª SERIE DO ENSINO MEDIO







SUELLEN RAMALHO PINTO








HERANÇA LIGADA AO SEXO E HERANÇA HOLÂNDRICA.DOENÇAS CROMOSSOMICAS.




Trabalho apresentado a 3ª serie do Ensino médio da Escola Estadual Boa Nova na disciplina de biologia sob a orientação da professora Jucelene Oliveira dos Santos.










SANTA RITA DO TOCANTINS-TO
2014
Introdução


















































Herança ligada ao sexo

Habitualmente,classificam-se os casos de herança relacionada com o sexo de acordo com a posição ocupada pelos genes, nos cromossomos sexuais. Para tanto, vamos dividi-los em regiões:
A porção homóloga do cromossomo X possui genes que têm correspondência com os genes da porção homóloga do cromossomo Y. Portanto, há genes alelos entre X e Y, nessas regiões. Os genes da porção heteróloga do cromossomo X nãoencontram correspondência com os genes da porção heteróloga do cromossomo Y. Logo, não há genes alelos nessas regiões, quando um cromossomo X se emparelha com um cromossomo Y.
Herança ligada ao sexo é aquela determinada por genes localizados na região heteróloga do cromossomo X. Como as mulheres possuem dois cromossomos X, elas têm duas dessas regiões. Já os homens, como possuem apenas um cromossomo X(pois são XY), têm apenas um de cada gene. Um gene recessivo presente no cromossomo X de um homem irá se manifestar, uma vez que não há um alelo dominante que impeça a sua expressão.
Na espécie humana. Os principais exemplos de herança ligada ao sexo são:

Daltonismo

Trata-se da incapacidade relativa na distinção de certas cores que, na sua forma clássica, geralmente cria confusão entre overde e o vermelho.
É um distúrbio causado por um gene recessivo localizado na porção heteróloga do cromossomo X, o gene Xd, enquanto o seu alelo dominante XD determina a visão normal.
A mulher de genótipo XDXd, embora possua um gene para o daltonismo, não manifesta a doença, pois se trata de um gene recessivo. Ela é chamada de portadora do gene para o daltonismo. O homem de genótipo XdY, apesar deter o gene Xd em dose simples, manifesta a doença pela ausência do alelo dominante capaz de impedir a expressão do gene recessivo.
O homem Xd Y não é nem homozigoto ou heterozigoto: é hemizigoto recessivo, pois do par de genes ele só possui um. O homem de genótipo XDY é hemizigoto dominante.


Genótipo Fenótipo

XDXDmulher normal

XDXd mulher normal
Portadora

XdXd mulher daltônica

XD Y homem normal

Xd Y homem daltônico



HemofiliaÉ um distúrbio da coagulação sangüínea, em que falta o fator VIII, uma das proteínas envolvidas no processo, encontrado no plasma das pessoas normais. As pessoas hemofílicas têm uma tendência a apresentarem hemorragias graves depois de traumatismos banais, como um pequeno ferimento ou uma extração dentária. O tratamento da hemofilia consiste na administração do fator VIII purificado ou dederivados de sangue em que ele pode ser encontrado (transfusões de sangue ou de plasma). Pelo uso freqüente de sangue e de derivados, os pacientes hemofílicos apresentam uma elevada incidência de AIDS e de hepatite tipo B, doenças transmitidas através dessas vias.
A hemofilia atinge cerca de 300.000 pessoas. É condicionada por um gene recessivo, representado por h, localizado no cromossomo X. É...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Herança holândrica, ligada ao cromossomo y ou herança restrita ao sexo
  • Herança holândrica, ligada ao cromossomo y ou herança restrita ao sexo
  • Herança Ligada ao sexo (y)
  • Herança ligada ao sexo
  • heranças ligadas ao sexo
  • Herança ligada ao sexo
  • Herança ligada ao sexo
  • a herança ligada ao sexo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!