glicogenese

Páginas: 43 (10589 palavras) Publicado: 13 de novembro de 2013
13
Armazenamento e Síntese de Carboidratos no Fígado e no
Músculo
J.W. Baynes

OBJETIVOS
Após concluir este capítulo, o leitor estará apto a:
Descrever a estrutura do glicogênio.
Identificar os locais primários de armazenamento de glicogênio no corpo e a função do glicogênio
nesses tecidos.
Resumir as vias metabólicas para a síntese e a degradação do glicogênio.
Descrever o mecanismopelo qual o glicogênio é mobilizado do fígado em resposta ao glucagon, no
músculo durante o exercício e em ambos os tecidos em resposta à epinefrina.
Explicar a origem e as consequências das doenças de armazenamento do glicogênio no fígado e no
músculo.
Explicar o mecanismo de contrarregulação da glicogenólise e glicogênese no fígado.
Resumir a via da gliconeogênese, incluindo os substratos,enzimas únicas e mecanismos regulatórios.
Descrever os papéis complementares da glicogenólise e gliconeogênese na manutenção da
concentração sanguínea de glicose.

INTRODUÇÃO
A célula vermelha e o cérebro têm uma necessidade absoluta de glicose sanguínea para o metabolismo
energético. Essas células consomem cerca de 80% dos 200 g de glicose consumida no corpo por dia.
Existem somente cercade 10 g de glicose no plasma e no volume de fluido extracelular, de tal forma que
a glicose sanguínea tem de ser reabastecida constantemente. Do contrário, a hipoglicemia se desenvolve
e compromete a função cerebral, levando à confusão e à desorientação e possivelmente ao coma com
risco de vida em concentração de glicose sanguínea abaixo de 2,5 mmol/L (45 mg/dL). Absorvemos
glicose a partir denossos intestinos por somente 2-3 horas após uma refeição contendo carboidrato;
assim tem de existir um mecanismo para a manutenção da glicose sanguínea entre as refeições.
O glicogênio, uma forma de armazenamento de glicose como polissacarídeo, é nossa primeira linha
de defesa contra o declínio na concentração sanguínea de glicose. Durante e imediatamente após uma
refeição, a glicose éconvertida em glicogênio, um processo conhecido como glicogênese, tanto no fígado
quanto no músculo. A concentração tecidual de glicogênio é maior no fígado do que no músculo, mas em
função da massa relativa de músculo e fígado a maioria do glicogênio no corpo é armazenada no músculo
(Tabela 13.1).
Tabela 13.1 Distribuição tecidual das reservas de energia de carboi-dratos (adulto de 70 kg).

Oglicogênio hepático é gradualmente degradado entre as refeições, pela via da glicogenólise,
liberando glicose para manter a concentração sanguínea de glicose. Entretanto, os estoques de glicogênio
total hepático são suficientes apenas para a manutenção da concentração sanguínea de glicose durante 12
horas de jejum.
Durante o sono, quando não estamos comendo, existe uma mudança gradual daglicogenólise para a
síntese de novo de glicose, também uma via hepática, conhecida como gliconeogênese (Fig. 13.1). A
gliconeogênese é essencial para a sobrevivência durante o jejum ou a inanição, quando os estoques de
glicogênio são negligenciáveis. O fígado usa aminoácidos das proteínas musculares como precursores
primários de glicose, mas também faz uso do lactato da glicólise e do glicerol docatabolismo de
gorduras. Os ácidos graxos, mobilizados dos estoques de triglicerídeos do tecido adiposo, fornecem
energia para a gliconeogênese.

Fig. 13.1 Fontes de glicose sanguínea durante um dia normal. Entre as refeições, a glicose sanguínea é derivada primariamente do
glicogênio hepático. Dependendo da frequência da alimentação, a glicogenólise e a gliconeogênese podem ser mais ou menosativas durante o
dia. Tarde da noite ou de manhã cedo, após a depleção de uma fração importante do glicogênio hepático, a gliconeogênese se torna a fonte
primária de glicose sanguínea.

O glicogênio muscular não está disponível para a manutenção da glicose sanguínea. A glicose obtida
do sangue e do glicogênio é usada exclusivamente para o metabolismo energético no músculo,
especialmente...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Glicogenese
  • Glicogênese
  • glicogenese
  • Glicogênese
  • Glicogênese
  • Glicogenese
  • Glicólise e glicogênese
  • Glicogenese e gliconeogenese

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!