Gerenciamento de Resíduos Hospitalares Sólidos

Páginas: 8 (1881 palavras) Publicado: 10 de julho de 2014
INTRODUÇÃO

O trabalho foi feito com o objetivo de informar ás pessoas sobre os resíduos dos serviços de saúde, ou lixo hospitalar, seus riscos, tratamentos, métodos de separação e coleta, o descarte e o programa que o normatiza. Visa também chamar atenção para os descuidos de instituições e de indivíduos que na falta de consciência acabam pondo a própria vida e a de terceiros em risco.GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE SAÚDE: LIXO HOSPITALAR

O que é lixo hospitalar?
Lixo hospitalar, ou resíduos de serviços de saúde (RSS), é todo tipo de resíduo infectante produzido em ambiente hospitalar tradicional e/ou doméstico, oferecendo sérios riscos de infecção e contaminação aos seres vivos e ao meio ambiente, uma vez que pode estarcontaminado com micro-organismos causadores de doenças.

Separação e o descarte
A separação dos resíduos hospitalares deve ser feita observando os seus tipos, levando-se em conta o grau de classificação e contaminação de cada resíduo gerado:
Resíduos especiais (compostos por materiais químicos, farmacêuticos e radioativos).
Resíduos gerais (gerados em área administrativa. Ex: Sucatas,embalagens e resíduos de alimentos).
Resíduos infecciosos (drenos, gases, materiais com presença de sangue, biopsias, sondas, etc.).
Faz-se extremamente necessário descartar esse lixo de maneira eficiente e eficaz, diferenciando-o do lixo comum, para proteger os seres vivos e o meio ambiente.

Etapas da coleta de lixo hospitalar
A primeira etapa da coleta é a identificação dos resíduoshospitalares, separando-os de acordo com sua composição, e depois sendo embalados levando em consideração o grupo a que pertence:
Grupo A: resíduos biológicos;
Grupo B: resíduos químicos;
Grupo C: resíduos radioativos;
Grupo D: resíduos comuns;
Grupo E: resíduos perfurocortantes.
Depois de identificados e embalados, os resíduos serão transportados para um local onde serão armazenadostemporariamente até que a empresa responsável venha coletá-lo e o encaminhe a unidade de tratamento para adoção de procedimentos específicos de descarte.

Tratamento dos resíduos
Esses resíduos infectantes podem ser tratados a partir de três processos:
1. Os processos térmicos em que o lixo passa por:
Realização de autoclavagem;
Incineração ou
Pirólise.

2. Os processos químicos, nos quais o lixo:É previamente os matérias à passarem por este processo devem ser triturados para que haja um aumento na eficiência deste;
Em seguida à trituração os RSS são imersos em desinfetantes por alguns minutos.
3. E a irradiação, onde há uma excitação da camada externa dos elétrons das moléculas, devido á radiação ionizante, deixando-as carregadas, sendo assim haverá um rompimento do material genético(DNA ou RNA) dos microrganismos, resultando na morte dos mesmos.


PGRSS
O Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços da Saúde (PGRSS) é o documento que irá apontar e descrever as ações necessárias ao manejo de resíduos gerados nas instituições de saúde. É de competência de todos geradores de resíduos de serviços de saúde elaborar seu próprio PGRSS.
Um plano de gerenciamento de lixohospitalar deve:
1. Tratar dos métodos de descarte seguro de lixo hospitalar;
2. Garantir que não exista risco para pacientes, PASs ou outras pessoas em um hospital por causa do lixo;
3. Garantir que todos os regulamentos locais, estaduais e federais sobre descarte de lixo sejam cumpridos e
4. Assegurar treinamento e educação para todos os PASs envolvidos com o lixo hospitalar.

ANVISADiante a criação da ANVISA em 1999, através da Lei 9.782, a vigilância sanitária federal expandiu seu foco de atenção, concentrado até aquele momento na área de medicamentos e produtos, iniciando a implementação de medidas regulatórias específicas para a área de serviços de saúde.

A ANVISA elaborou o Regulamento Técnico para o Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde-Diretrizes Gerais,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • gerenciamento em resíduos sólido hospitalar e a importância do destruidor de agulhas
  • Residuos solidos hospitalares
  • GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS HOSPITALARES
  • Resíduos sólidos hospitalares
  • Gerenciamento de Resíduos Sólidos
  • Plano de gerenciamento de resíduos sólidos
  • Programa de gerenciamento de residuos solidos
  • GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS NA ALBRAS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!