genetica

Páginas: 6 (1443 palavras) Publicado: 13 de dezembro de 2013
LGN215 - Genética Geral

Aula 4: Genética da 
Transmissão III
Prof. Dr. Antonio Augusto Franco Garcia
Monitora: Maria Marta Pastina

 

 

Experimentos de Mendel
Inicialmente, Mendel estudou cruzamentos considerando apenas um
caráter controlado por um único loco (Herança Monogênica)



Produção 
de gametas

 

Proporção esperada 
na progênie

 

Experimentos deMendel
Posteriormente, Mendel estudou cruzamentos que envolviam dois
caracteres simultaneamente, cada um controlado por um único loco



 

 

Experimentos de Mendel
Para tentar compreender tal resultado, Mendel resolveu avaliar cada
caráter isoladamente



Notou que as proporções monogênicas eram mantidas para cada
caráter:



3 amarelas : 1 verde (cor da semente)
 3lisas : 1 rugosa (textura da semente)
Percebeu que a proporção 9 : 3 : 3 : 1 era o resultado de duas
proporções 3 : 1 independentes combinadas aleatoriamente




¾ sementes amarelas
¾ das sementes em F2 são lisas 
¼ sementes verdes
¾ sementes amarelas
 

¼ das sementes em F2 são rugosas 
 
¼ sementes verdes

Experimentos de Mendel
¾ sementes amarelas¾ x ¾ = 9/16 lisas amarelas

¼ sementes verdes

¾ x ¼ = 3/16 lisas verdes

¾ das sementes em F2 são lisas 

¾ sementes amarelas ¼ x ¾ = 3/16 rugosas amarelas
¼ das sementes em F2 são rugosas 
¼ sementes verdes

¼ x ¼ = 1/16 rugosas verdes

Portanto, o caráter cor da semente é independente do caráter textura
da semente





 

Os alelos dos dois locos segregam de forma independente na meiose
 (formação dos gametas)

Experimentos de Mendel
Primeira Lei de Mendel: os dois alelos de um loco segregam um do
outro para a formação dos gametas. Assim, metade dos gametas
recebe um determinado alelo e a outra metade dos gametas recebe o
outro alelo





Os alelos de um mesmo loco segregam na meiose para a
formação dos gametas

Segunda Lei de Mendel: pares de locos em cromossomosdiferentes
se distribuem independentemente na meiose





 

A segregação independente dos pares de locos situados em
cromossomos diferentes é uma conseqüência da distribuição
independente dos cromossomos na meiose (anáfase I)
 

Recombinação Genética (Anáfase I)

 

 

Experimentos de Mendel


Quadrado de Punnett: mostra os genótipos e fenótipos previstos para a geraçãoF2 combinando as duas leis de Mendel

 

 

Interações não-alélicas (Epistasia)


Interações não­alélicas = interações gênicas = Epistasia



Epistasia: origem grega


epi: sobre



stasia: inibição

Definição: quando um determinando alelo de um gene mascara a
expressão de alelos de outro gene e expressa seu próprio fenótipo



Gene epistático: aquele que inibe a expressão de outro gene



Gene hipostático: aquele cuja expressão é inibida



 

Sob epistasia são observadas distorções nas segregações 
 
mendelianas

Epistasia


Exemplo: crista de galinhas
Alelo dominante R: crista rosa
Alelo dominante P: crista ervilha
Alelos recessivos rrpp: crista 
simples 
Alelos dominantes dos dois locos 
juntos R_P_: crista noz

9
 :     3

:     3
 

:     1

Epistasia




 

Epistasia Recessiva (9:3:4)

Genótipo aa para loco A determina coloração amarela, independente do genótipo
 
do loco B.

Epistasia
Epistasia Dominante





Exemplo: coloração da pelagem em bovinos

P:

Angus (preta)
AAbb

F1 :

 

Jersey (preta/vermelha)
aaBB

AaBb (preta)

F2:



x

A_B_ e A_bb(12/16 preta)

:

aa B_
(3/16 preta/vermelha)

:

aa bb
(1/16 vermelha)

Alelo A para o loco A determina coloração preta, independente do genótipo do loco B
 


Alelo A é dominante em relação ao alelo a (loco A)

Epistasia
Epistasia estrutural: quando um gene determina a presença ou 
ausência de uma determinada estrutura, por exemplo, presença ou ...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • genetica
  • genetica
  • Genetica
  • Genetica
  • Genetica
  • Genetica
  • genetica
  • Genética

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!