filosofia

Páginas: 2 (262 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
O presente relatório relata os aspectos principais da aula nº 42 leccionada pelo professor Luís Ascensão.
Areferida aula começou com a leitura do sumáriopor parte do professor.
De seguida o professor anunciou que a aula iria tratar da leitura e análise de textos para atingir a matéria, (textos das págs.107 e108).
Os textos abarcavam o tema: Juízos de Facto; Juízos de Valor e Polaridade, Hierarquia e Matéria dos Valores, correspondendo este segundo tema á pág.108.
A aluna Inês Costa deu início áleitura da pág. 107 (juízos de facto e de valor), e o professor ordenou que sublinhássemos a frase: “ sendo o valor aruptura com a neutralidade ou a indiferença, concluímos que o mundo humano é ummundo de valores”.
A aluna Cláudia Roque deu seguimento á leitura ainda do mesmotexto, e então sublinhámos mais duas passagens: “objectivas” e “os juízos de facto são considerados universais, devido áneutralidade emocional e á verificaçãoempírica que exigem”.
Foi então que o professor comentou que os juízos de facto são objectivos e deu ordem ao aluno Ricardo Torres para prosseguir comaleitura.
Depois da breve leitura do aluno, sublinhámos três passagens: “ os juízos de valor implicam a tomada de posição de um sujeito concreto” ; “os juízos devalor implicam uma interpretação própria doreal e o recurso à tábua de valores pessoalmente assumida por um sujeito” ; “enquanto que os juízos de facto sãojuízos da realidade, que dizem respeito ao ser, ao que é passível de descrição, osjuízos de valor remetem ao que deveria ser, ao que preferimos a um mundo ideal
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Filosofia
  • Filosofia
  • Filosofia
  • filosofia
  • filosofia
  • Filosofia
  • Filosofia
  • Filosofia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!