Filosofia

2711 palavras 11 páginas
filosofia

[Do gr. philosophía, ‘amor à sabedoria’.]
Substantivo feminino. Filos.
1. Estudo que se caracteriza pela intenção de ampliar incessantemente a compreensão da realidade, no sentido de apreendê-la na sua totalidade, quer pela busca da realidade capaz de abranger todas as outras, o Ser (ora ‘realidade suprema’, ora ‘causa primeira’, ora ‘fim último’, ora ‘absoluto’, ‘espírito’, ‘matéria’, etc.), quer pela definição do instrumento capaz de apreender a realidade, o pensamento (as respostas às perguntas: que é a razão? o conhecimento? a consciência? a reflexão? que é explicar? provar? que é uma causa? um fundamento? uma lei? um princípio? etc.), tornando-se o homem tema inevitável de consideração. Ao longo da sua história, em razão da preeminência que cada filósofo atribua a qualquer daqueles temas, o pensamento filosófico vem-se cristalizando em sistemas, cada um deles uma nova definição da filosofia.
2. Conjunto de estudos ou de considerações que tendem a reunir uma ordem determinada de conhecimentos (que expressamente limita seu campo de pesquisa, p. ex., à natureza, ou à sociedade, ou à história, ou a relações numéricas, etc.) em um número reduzido de princípios que lhe servem de fundamento e lhe restringem o alcance: filosofia da ciência; filosofia social; filosofia da história; filosofia da matemática.
3. Conjunto de doutrinas de uma determinada época ou país, ou sistema constituído de filosofia: a filosofia grega; a filosofia cartesiana.
4. Conjunto de conhecimentos relativos à filosofia, ou que têm implicações com ela, ministrados nas faculdades.
5. Tratado ou compêndio de filosofia.
6. Exemplar de um desses tratados ou compêndios.
7. Razão; sabedoria:
Os provérbios refletem a filosofia do povo.
8. Bras. Pop. Modo de pensar:
Nada afeta sua filosofia de boêmio inveterado.

Filosofia da identidade. Doutrina de Friedrich Wilhelm Joseph Schelling (1775-1854), filósofo alemão, caracterizada sobretudo pela identificação da natureza e do

Relacionados