Fight club

Páginas: 13 (3222 palavras) Publicado: 31 de maio de 2015
1- Em 1999, estreou-se Fight Club, uma adaptação ao cinema do romance de Chuck Palahniuk, com argumento de Jim Uhls e realização de David Fincher, que na altura da sua estreia, contrariando as expectativas, pouco rendeu nas bilheteiras dos cinemas. Catorze anos passaram entretanto, e a realidade é que o filme se tornou intemporal tornando-se num filme de culto, uma referência para outros filmese realizadores. Desconcertante, provocador, irreverente, e descomplexado, este filme é um verdadeiro ícone da anarquia, traduz um escárnio do sentimento de vergonha humana, raça que se encontra perdida no meio de uma existência vazia, desnorteada, sem-sentido, hipócrita. Através de um curioso fenómeno evolutivo, Fight Club simboliza um acrimonioso comentário sobre uma sociedade cada vez maiscastrada pelo sistema consumista e desprovida de humanidade. É a jornada espiritual de um homem vulgar a fim de encontrar o seu lugar neste mundo. No fundo, um retrato social na sua forma mais autêntica, assumindo que “nós próprios somos uma espécie de caos”. (Nietzsche,1999)
O filme começa quando, depois dos créditos iniciais surge um texto em letras brancas sobre um fundo vermelho. Temos setesegundos para ler o aviso, que diz: “Warning: If you are reading this then this warning is for you. Every word you read of this useless fine print is another second off your life. (…) Is your life so empty that you honestly can't think of a better way to spend these moments? Or are you so impressed with authority that you give respect and credence to all that claim it? Do you read everything you'resupposed to read? Do you think everything you're supposed to think? Buy what you're told to want? Get out of your apartment. Meet a member of the opposite sex. Stop the excessive shopping and masturbation. Quit your job. Start a fight. Prove you're alive. If you don't claim your humanity you will become a statistic. You have been warned” -Tyler Durden. Fight Club começa desde logo a um ritmoalucinante, imagens do sistema nervoso do ser-humano passam a grande velocidade prolongando-se esta ação por alguns minutos. Ao sair do corpo humano, deparamo-nos com Edward Norton (o narrador) sentado, com uma arma apontada à sua boca por outrem. E, recorrendo a um flashback, o narrador propõe-se a explicar o que desencadeou aquele momento. O narrador decide procurar a solução para o flagelo que mais oabala, a insónia, em grupos de apoio a doentes que padecem das mais variadas patologias. Utiliza nomes falsos em cada grupo de apoio que frequenta, sendo Cornelius, Lenny ou Jack , como se em cada grupo ele pudesse ser simultaneamente ele próprio e outra pessoa qualquer. Começa assim, um processo de fragmentação de sua identidade. Apenas lá, através de uma catarse, promovida pelo choro, parecealcançar a tranquilidade necessária para uma boa noite de sono, sente-se curado e tudo pareceria bem novamente. “Every night I died and every night I was resurrected; born again”- Narrador. Só que esta paz é interrompida com a entrada em cena de Marla. Ela assusta-o, intriga-o, desestabiliza-o e tira-lhe o sono. E, aquilo que ao início parecia ter sido a solução para os seus problemas, revela-se mais umatentativa falhada uma vez que com a rotina e as viagens de trabalho volta a ter insónias. A terapia não pode passar pelo fingimento, claramente. É, numa dessas viagens, no auge da sua insónia que ele cria Tyler. A partir deste momento, Tyler subtilmente passa a agir por meio da insatisfação do narrador. Tal tem início com a explosão do apartamento do narrador e consequentemente de todas as coisasque “o completavam”. Tem naquela noite, então, início o Fight Club, cujos combates são travados ilegalmente nos fundos de um bar. Aos poucos vai ganhando novos adeptos, sequiosos por descarregar os seus problemas, a sua raiva e desilusão com o mundo, em imprimir alguma dinâmica à vida estagnada que levavam, atados pelas amarras de um sistema conformista e consumista. No entanto, estes...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha Fight Club
  • Resumo, Fight club
  • Ensaio Critico Fight Club
  • artigo fight club
  • club
  • club
  • Club Penguin
  • Club penguin

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!