Fichamento Boaventura renovar a teoria critica e reinventar a emancipação social

Páginas: 29 (7240 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
SANTOS, BOAVENTURA DE SOUSA. RENOVAR A TEORIA CRÍTICA E REINVENTAR A EMANCIPAÇÃO SOCIAL. SÃO PAULO: BOITEMPO, 2007.
Cap. I: A SOCIOLOGIA DAS AUSÊNCIAS E A SOCIOLOGIA DAS EMERGÊNCIAS: PARA UMA ECOLOGIA DE SABERES :


“emancipação social é um conceito absolutamente central na modernidade ocidental, sobretudo porque esta tem sido organizada por meio de uma tensão entre regulação e emancipaçãosocial, entre ordem e progresso, entre uma sociedade com muitos problemas e a possibilidade de resolvê-los em outra melhor, que são as expectativas. (…) Isso é novo, já que nas sociedades antigas as experiências coincidiam com as expectativas: quem nascia pobre morria pobre; quem nascia iletrado morria iletrado. (p. 17 – 18)

“Nossa situação é um tanto complexa: podemos afirmar que temosproblemas modernos para os quais não temos soluções modernas. E isso dá ao nosso tempo o caráter de transição: temos de fazer um esforço muito insistente pela reinvenção da emancipação social.” (p. 19)

“pode muito bem afirmar que não há atualmente uma só idéia nova produzida pelas ciências sociais hegemônicas. As ciências sociais estão passando por uma crise, porque a meu ver estão constituídas pelamodernidade ocidental, (…). A crise desse paradigma [colonialista] é geral e por isso inclui, com contornos distintos, todas as correntes até agora em vigor. Portanto, parece-me correto que se fale de uma crise geral das ciências sociais.” (p. 19)

“Além disso, nossas grandes teorias das ciências sociais foram produzidas em três ou quatro países do Norte. Então, nosso primeiro problema paraquem vive no Sul é que as teorias estão fora de lugar: não se ajustam realmente a nossas realidades sociais.” (p. 19)

“Hoje vivemos um problema complicado, uma discrepância entre teoria e prática social que é nociva para a teoria e também para a prática. Para uma teoria cega, a prática social é invisível; para uma prática cega, a teoria social é irrelevante.” (p. 20)

“não é simples mente deum conhecimento novo que necessitamos; oque necessitamos é de um novo modo de produção de conhecimento. Não necessitamos de alternativas, necessitamos é de um pensamento alternativo às alternativas”. (p. 20)

“Isso é ainda mais urgente, e por isso precisamos fazer uma reflexão epistemológica, já que em nossos países se vê cada vez mais claro que a compreensão do mundo é muito mais ampla que acompreensão ocidental do mundo. E por isso nos falta um conhecimento tão global como a globalização. Esse é o contexto em que nos encontramos hoje: é um desafio enorme para as novas gerações de cientistas sociais”. (p. 20)

“É uma divisão de trabalho eficaz nas ciências sociais, porque depois as grandes organizações internacionais olham o mundo pelos olhos dos cientistas sociais do centro, doNorte. Por consequência, as teorias sociais reproduzem as desigualdades entre o Norte e o Sul.” (p. 21)

“Esses temas me levaram a uma reflexão epistemológica. Primeiro, não é fácil desenvolver um projeto internacional fora dos centros hegemônicos, pois somos muito dependentes de seus autores. Em segundo lugar,quando se trabalha no Sul, o que vemos é que as ciências em geral, e as ciências sociaisem particular, convivem com diferentesculturas. Na Índia, por exemplo, a sociologia convive com o hinduísmo, como aqui convivemos com os pressupostos da cultura ocidental, e na África com tantas culturas africanas. Não há ciência pura, há um contato cultural de produção de ciência.” (p. 23)

“Isso é muito importante, já que aprendemos com nossa epistemologia positivista que a ciência éindependente da cultura; entretanto, os pressupostos culturais das ciências são muito claros. Vamos, portanto, discutir como podemos, no que diz respeito à ciência, ser objetivos mas não neutros; como devemos distinguir entre objetividade e neutralidade. Objetividade, porque possuímos metodologias próprias das ciências sociais para ter um conhecimento que queremos que seja rigoroso e que nos defenda de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Renovar a teoria crítica e reinventar a emancipação social
  • fichamento Teoria Crítica
  • FUNCIONALISMO DA TEORIA SOCIAL CRITICA
  • teoria social critica
  • Fichamento: Teorias dos movimentos sociais
  • Fichamento
  • FICHAMENTO BOAVENTURA
  • A INSERÇÃO DA TEORIA SOCIAL CRÍTICA NO SERVIÇO SOCIAL

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!