Fatores de virulencia e patogenicidade viral

Páginas: 34 (8334 palavras) Publicado: 31 de julho de 2014
BRUCELLA
Brucella spp
•PATOGENICIDADE
A bactéria é introduzida no interior de macrófagos. Tem um período de incubação de 10 a 21 dias. Vão para os gânglios regionais linfáticos, podendo então migrar para o sangue, onde atua o LPS, e do sangue atinge órgãos como o fígado, baço, osso, testículo, endocárdio, com formação de granulomas ou abcessos (mais frequente com B. melitensis e B. suis. Ohospedeiro desencadeia uma resposta imunológica celular, mais efetiva, e uma imunidade celular, que embora não seja protetora, é essencial para o diagnóstico sorológico.
•FATORES DE VIRULENCIA
Fator de virulência - permite o parasitismo celular de leucócitos polimorfos nucleares e macrófagos;
Antigenes A e M - existem na cadeia polissacarídea O do LPS. O antígeno A predomina nas espécies B.abortus e B. suis. O antígeno M predomina na espécie B. melitensis. A B. canis apresenta outros antigenes.
As espécies mais virulentas para o Homem são B. melitensis (mais comum) e a B. abortus.

•CARACTERISTICAS DO MICROORGANISMO
A incidência da doença é universal, embora haja países sem brucelose, como sendo os países do Norte da Europa e do Japão. Em Portugal, a brucelose tem elevada incidêncianos distritos do interior (Bragança. Guarda Vila-Real, Castelo Branco). As principais fontes de infecção são: lacticínios não pasteurizados, viagens para o estrangeiro e o manuseamento de tecidos ou órgãos de animais infectados. Os principais grupos de risco são: trabalhos em matadouros, talhos e fábricas de enchidos, trabalhos em queijarias, criadores de gado (pastores, por exemplo), trabalhos emesgotos e trabalhos em laboratórios com risco. Os principais animais envolvidos são bovinos, caprinos,ovinos e suínos, não se conhecendo espécie resistente à Brucella sp.

GONORRÉIA
Neisseria gonorrhoeae
•PATOGENICIDADE
A Neisseria gonorrhoeae invade células epiteliais não ciliadas, multiplica-se em vacúolos intracelulares. A LOS desencadeia a produção de TNF-α, levando à destruiçãotecidular. Se a infecção não for tratada, vai persistir e levar à inflamação crônica que se manifesta como fibrose. Esta fibrose pode levar à esterilidade, à destruição articular e à cegueira.
•FATORES DE VIRULÊNCIA
As colônias T1 e T2 estão associadas à virulência, apresentando os seguintes fatores:
Proteínas externas da membrana: OMP-1 e OMP-2, com a função de porinas;
Pili - que gozam deconversão antigênica e variação de fase, e que intervêm na adesão e colonização dos tecidos (a OMP-2 também ajuda nesta função
Toxinas LPS (lipooligossacarídeo)2 e outras Endotoxinas;
Enzimas: protease IgA e beta-lactamasez.
A virulência pode ficar comprometida caso o microrganismo sofra alterações estruturais de superfície.
•CARACTERISTICAS DO MICROORGANISMO
O único hospedeiro do gonococo éo homem. No adulto, a infecção sempre é transmitida durante o ato sexual. A gonorreia ocorre frequentemente em indivíduos dos 15 aos 24 anos. São "grupos de risco" os seguintes: contactos sexuais com indivíduos afetados, tóxicos dependentes, adolescentes com atividade sexual precoce e múltiplos parceiros sexuais. O risco de infecção de uma mulher após ter contacto com homem infectado é de 40 a 60%,enquanto que o risco de infecção de um homem após ter contacto com mulher infectada é de cerca de 20%.
•CURIOSIDADES

Gonorréia é a segunda doença sexualmente transmissível decorrente de bactéria mais comum nos EUA, depois da clamídia.
A gonorréia causa infertilidade em cerca de 10% das mulheres atingidas
A palavra gonorréia vem do grego e significa derramamento de sêmen.
Acredita-se que omercúrio já foi usado para o tratamento da gonorréia. Fala-se que usavam uma seringa para injetar o mercúrio através do meato urinário.
Foram encontradas descrições da doença em escritos do imperador chinês Huang Ti de 2637 AC.

MENINGITE
Neisseria meningitidis

•PATOGENICIDADE
Meningite é uma infecção que se instala principalmente quando uma bactéria ou vírus, por alguma razão, consegue...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fatores de virulência
  • Fatores de virulencia
  • Fatores de virulência
  • Fatores virais
  • Fatores de virulencia fungica
  • Fatores de virulência (fungos)
  • microbiologia fatores de virulência
  • Fatores de virulencia em fungos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!