Existencialismo de Sartre e Policarpo Quaresma

Páginas: 13 (3048 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
Fundação Escola de Sociologia e Politica - FESPSP








Policarpo Quaresma e algum existencialismo













Orientação: Professor Paulo Niccoli Ramirez
Alunos: Sérgio E. Affinito e Gabriel Felix Ribeiro - Noturno B
Proposição: Apresentar Policarpo Quaresma em um viés existencialista

SÃO PAULO
2014

SumárioApresentação.......................................................................................................3

Introdução............................................................................................................4

Policarpo Quaresma e algum existencialismo.....................................................5Conclusão..........................................................................................................10

Referencias........................................................................................................11






















Apresentação
Trabalho temático com abordagem livre sobre o livro Triste Fim de Policarpo Quaresma. A doutrina escolhida foi a filosofia, intermediando nossa interferência através do livro “O existencialismo é um humanismo’’de Jean-Paul Sartre; de onde emprestamos as alavancas existencialistas para mover o determinismo enfadonho lançado sobre a obra por uma razão que nos parece alheia.
Palavras chave: Patriotismo; idealismo; positivismo; existencialismo; liberdade.

























Introdução
A obra narrada em terceira pessoa apresenta um texto que beira o hilário em muitosmomentos, porém riquíssimo de uma crítica que vai além do período em que se passa e se alinha à coluna da universalidade, perfilando os mais diversos tipos comuns que trazem à tona não apenas elementos da natureza da situação em que se encontram, sobretudo deitam relevância do exercício de sua condição, esteja ela aliada ao lastro de seu gênero ou aos caprichos de sua “empregabilidade”. Quaresma é umpar para figuras como Don Quixote ou o Zaratustra, de Nietzsche, por guiar-se por sua visão única, que não se enquadra no seio da sociedade que habita como o próprio Marechal deixa claro... Policarpo é um visionário.
A história se passa durante os primeiros momentos da República (1891 -1894), dividida em três partes, onde a primeira foca-se nas primeiras tentativas de Quaresma em promover ação apartir de suas ideias constituídas, é onde exalta todo seu idealismo e se deixa levar por suas paixões, indo de encontro à crueldade da condenação de suas atitudes por não se alinharem ao senso comum; essa primeira parte trata da vida pública, seus encargos e a narrativa das relações suburbanas relativas a ela. Na segunda parte, empenha-se na prática, resolve por tornar em saber empírico econsolidar suas teorias através do trabalho duro no campo. Retira-se para Curuzu, onde mergulha na agricultura, percebendo que entre a teoria dos livros e o experimento da lida nos campos há um grande vão. Enfim, encontra-se vencido pelas formigas e pelos entremeios da micropolítica local. Há também o desgosto com a figura do homem do campo, cuja imagem lhe aparece fraca e sem vigor. A terceira parte é odesfecho sem ápice... o patriotismo descamba para sua figuração mais apropriada... a do Exército, na figura do soldado que se bate por sua “nação”, onde Quaresma pode travar contato com o Marechal Floriano Peixoto, um reles tirano debilitado sem o brilho dos heróis imperiosos de seus livros. No andamento da revolta, a morte lhe apresenta o quadro ridículo aos quais os homens estão expostos,percebe que o jogo é uma tolice e que todo o propósito de sua vida o reduziu a nada e que de todas suas empreitadas, nada tirou ou restou.











Policarpo Quaresma e algum existencialismo

“Ninguém compreende o que quero, ninguém deseja penetrar e sentir; passo por doido, tolo, maníaco e a vida se vai fazendo inexoravelmente com a sua brutalidade e fealdade.”
# Lima Barreto em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Policarpo Quaresma
  • Policarpo Quaresma
  • Policarpo quaresma
  • Policarpo Quaresma
  • Policarpo Quaresma
  • policarpo quaresma
  • Policarpo Quaresma
  • Policarpo Quaresma

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!