Eutanasia

Páginas: 9 (2247 palavras) Publicado: 7 de junho de 2013
Universidade do Grande ABC
03/04/2012
Trabalho sobre Eutanásia
“JUNTOS CONTRA A EUTANÁSIA”

INTRODUÇÃO
O presente trabalho visa, esclarecer quanto a postura do médico veterinário, em situações em que ele deve se posicionar contra a eutanásia. Para isto, exemplificamos dois casos em que ocorreu verdadeiramente, uma prática equivocada da eutanásia, por parte de veterinários e as puniçõescabíveis a prática desse crime contra a vida desses animais. E um terceiro caso em que chegou a uma solução para evitar a eutanásia, de um cão, através da inventividade de seu dono que solucionou o problema. Buscamos também soluções que diminuíssem a incidência da prática da eutanásia, utilizando como ferramentas para o controle de natalidade de cães e gatos: a castração a um preço mais acessível parao proprietário, que não pudesse arcar com o valor normal e a doação de animais através dos centros de zoonoses.
EUTANÁSIA
Eutanásia- vem do grego, significa - eu (boa) e thanatos (morte). A palavra começou a ser usada em 1623 para a morte provocada com o objetivo de colocar fim ao sofrimento de doenças incuráveis e dolorosas.
Segundo Valério Ouriques, médico veterinário de Porto Alegre- RS, noprocedimento de eutanásia, o animal é anestesiado em um plano muito profundo, o qual ocorre um coma induzido e na sequência ocorre a parada do músculo do coração e da respiração. É um procedimento considerado indolor, sem sofrimento. Eutanásia é um procedimento último irreversível e utilizado apenas se não tiver outra opção terapêutica. Segundo ele, os casos mais comuns, que terminam com umterrível sofrimento para os donos, são os de câncer terminal e de leishmaniose.
O que o veterinário sistematicamente deve fazer é uma planificação de trabalho com base em que tipo de animal nós temos ali, porque gatos se comportam de forma ecologicamente diferente de outras espécies, aves também. Então vamos dizer para simplificar as coisas nós temos um cão doméstico, esse cão vai sofrer uma avaliaçãoclínica para saber se de repente ele oferece as condições clínicas para ser salvo; como uma pequena fratura, uma pequena ruptura de um órgão que possa ser corrigida cirurgicamente ou as vezes só com medicação, então ele não vai sofrer eutanásia e será tratado clinicamente. Mas se por um acaso o veterinário constatar que esse animal, não tem condições de sobrevivência, mas vai permanecer sofrendo,esta politraumatizado, tem ruptura de baço e de fígado, morrerá no espaço de minutos ou horas, mas morrerá em sofrimento, então cabe a ética veterinária abreviar esse sofrimento e se pratica a eutanásia.
Infelizmente muitos animais só recebem uma atenção médica veterinária, quando o dono se sente realmente incomodado com a situação do animal. Ele demora a levá-lo no veterinário, porque acha queaquele probleminha que apareceu em seu animal não vai evoluir. Mas o tempo vai passando e a dor do animal vai evoluindo, chega uma hora que o dono não aguenta mais conviver com aquela situação e assim toma a iniciativa de levá-lo ao veterinário. Como o procedimento de eutanásia costuma ser mais barato do que alguns tratamentos complicados, alguns proprietários pedem a eutanásia e ainda há outrosproprietários que chegam a pedir eutanásia dos seus animais por “qualquer motivo”. Braveza, desobediência, mudança de casa, doença simples, latidos constantes. Mas o veterinário não pode ceder, pois há um código de ética a ser seguido e uma Declaração dos direitos dos animais (27 de janeiro de 1978) que nos diz em seu artigo 2: “O homem sendo ele de espécie animal, não pode exterminar os outrosanimais ou explorá-los violando esse direito; tem o dever de pôr o seu conhecimento ao serviço dos animais”. Por isso cabe ao médico veterinário ao qual compete esse ofício de zelar pela saúde dos animais, não ceder, ainda que o dono insista. Caso o proprietário continue “pisando firme”, mesmo após o veterinário ter explicando que o animal tem chances de sobreviver, é obrigação de ele tomar aquele...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Eutanasia
  • eutanásia
  • Eutanásia
  • Eutanásia
  • Eutanásia
  • eutanasia
  • Eutanásia.
  • eutanásia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!