Eutanásia, Ortanásia, Distanásia, Mistanásia

Páginas: 17 (4151 palavras) Publicado: 20 de julho de 2015
ÍNDICE

Introdução..................................................................................................Pág. 03
Ortanásia...................................................................................................Pág. 04
Direito da morte digna...............................................................................Pág. 06
Resolução do Concelho deMedicina........................................................Pág. 07
Eutanásia...................................................................................................Pág. 08
Distanásia..................................................................................................Pág. 10
Mistanásia.................................................................................................Pág. 12Conclusão..................................................................................................Pág. 14
Referências bibliográficas.........................................................................Pág. 17











INTRODUÇÃO

Nas últimas décadas é evidente que vários assuntos polêmicos não encontram previsão legal, e a justificativa para tal omissão é a de que se fossem positivadostalvez gerassem mais polêmicas ainda por se tratarem de assuntos que envolvem a sociedade perante seus costumes, valores, religiões, e outros assuntos. Diante desta situação é de se questionar como que agir em casos como esses, onde não se têm leis aplicáveis e nenhum posicionamento unificado.
O avanço rápido na evolução da medicina e da biotecnologia, questionando-se até mesmo a possibilidade daimortalidade humana, trouxe para o mundo formas diversa de proporcionar tratamentos mais eficazes e até mesmo a cura de doenças com o intuito de prolongar a vida através da alta tecnologia que se tem nos dias de hoje. Porém, não é a sociedade toda que prefere ser tratada das enfermidades. São incontáveis os casos onde é melhor para o paciente e para a família que o indivíduo morra, ao invés depermanecer na angustia da doença ou do estado vegetativo.
As técnicas terapêuticas desenvolvidas têm a capacidade de amenizar os sintomas da enfermidade, aliviar as dores, manter a pessoa viva por mais tempo, mesmo que inconsciente. Muitas vezes, o uso de aparelhos prolonga a vida sem utilidade e não deixa que o curso da vida siga naturalmente por pura futilidade.
O lema dos médicos de tentar salvara vida do paciente a qualquer custo, por vezes, acaba virando imposição e surge a falta de respeito aos princípios fundamentais que defendem a liberdade e autonomia do indivíduo.
Estamos perante uma sociedade torneada de culturas e baseada na ideia de que a vida é inviolável e indisponível. Pelo fato de não termos uma legislação específica acaba-se por se utilizar de dispositivos normativos quepossam ser comparados à prática da eutanásia, como, por exemplo, tratar a Eutanásia como homicídio privilegiado.
Diante do exposto, este trabalho abordará a ortotanásia, sob a perspectiva do direito de morrer com dignidade. Além dos temas da eutanásia, diatnásia e mistanásia.


ORTOTANÁSIA

Do grego orthós: normal e thanatos: morte conceitua-se ortotanásia como a morte certa, morte natural, semmanipulação de medicamentos para tardar ou acelerar a morte. Malvisto são as condutas de diminuição a vida a pedido da pessoa que tem doença incurável e destinada à morte, pois pode alguém dispor de sua própria vida? Não há dispositivos legais que regram as particularidades de cada caso, nos restando somente entendimentos de outros países, jurisprudências, as leis já estruturadas Código Penal ouConstituição Federal que não são especificas, mas que se designam para determinar legalidade ou não.
O entendimento na Constituição Federal poderia encontrar no art. 5º, que se refere o direito a vida como inviolável. Para o Código Penal Brasileiro, nos casos em que há um garantidor (médico ou familiar), a prática da ortotanásia seria considerada como omissão ao socorro previsto no artigo 135 do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Eutanásia
  • Eutanasia e Distanasia
  • Eutanasia e distanasia
  • EUTANÁSIA E DISTANÁSIA
  • eutanasia ortotanasia e distanasia
  • Pacientes Terminais
  • Introdu O Eutanasia E Distanasia
  • Eutanasia, Distanasia e Ortotanasia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!