Eugenia e higienização dentro de uma perspectiva de formação educacional

Páginas: 5 (1032 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014




Eugenia e higienização dentro de uma perspectiva de formação educacional


Aluna: Roseleide Vieira
Brasília (DF), Março/14
Eugenia e higienização dentro de uma perspectiva de formação educacional


Introdução
Este estudo pretende direcionar uma reflexão sobre o papel da Eugenia e Higienização dentro de uma ideia etnocêntrica voltada para uma educação dos melhores. Partiremosdo julgamento de “purificação da raça” se faz necessário para que haja o desenvolvimento intelectual da população brasileira que estava contaminada com a miscigenação de vários povos que podemos destacar os negros, indígenas e asiáticos que eram considerados impuros, toda esta discussão ocorrerá por volta de meados do século XIX início do século XX.







Desenvolvimento



Omovimento eugênico e higienista despontam no Brasil em meio a uma crise mundial pós-guerra guerra, onde duas grandes potências duelavam por domínios cada vez maiores, tanto na economia como na dominação territorial e de grandes descobertas sobre o DNA reorientaram o debate em torno da biologia humana.


Os principais atores desta disputa eram EUA e Alemanha, sendo que a primeira potência defendia umaideia de que o verdadeiro cidadão americano deveria se enquadrar na descrição anglo-saxão, branco, protestante, saudável este também apoiava a esterilização de doentes mentais ou pessoas com algum tipo de deficiência e a segunda dominada pela ideologia nazista de Hitle é de onde surgem as ideias eugênicas, milhões de pessoas perderam a vida pelo objetivo de limpeza da raça, fazia-se o genocídiodos ciganos judeus, eslavos todos que não eram considerado de “raça pura”. O Brasil ainda não havia se definido qual potência iria apoias numa preeminente guerra, pois estava em jogo o poderil econômico, sendo que o Brasil decide ficar ao lado dos Estados Unidos da América, estando este como um grande contribuidor financeiro do nosso país.
Ocorreram durante este período no país grande e acaloradasdiscussões sobre o melhoramento intelectual brasileiro, os detentores do poder à época, acreditava que o Brasil encontrava-se em situação desfavorável em relação a outros países da America Latina no tocante a este assunto, pois a miscigenação era demasiada e isto dificultava o melhoramento da raça que tinha como principio descendência europeia.
Baseando-se na hierarquização racial, a eugenia sefortaleceu durante meados do século XIX início do século XX, tendo como principal objetivo a “raça pura”, conseguindo diversos seguidores em momentos diferentes socioculturais. Proibiram a imigração de pessoas vindas da Ásia, principalmente os japoneses por serem considerados fora do padrão da limpeza da raça brasileira; observa-se também que houve um grande incentivo a imigração europeia, sóesqueceram que estes imigrantes traziam consigo não apenas o branqueamento genético, mas os valores da industrialização com suas revoltas de classe, que neste período era uma constante no continente europeu, tendo desta forma um profundo distanciamento do que havia sido proposto anteriormente.
Dentro do projeto de branqueamento, a Eugenia, observa-se uma divisão positiva e negativa; ou seja, napositiva propagava-se incondicionalmente a ideia de pessoas com características que traziam bons traços de micigenação apagando desta forma as “mas” influencias, descartando todos que não eram considerados bons, geneticamente falando. Para estes os casais deveriam fazer exames pré-nupcial para que fosse detectada alguma anomalia, se caso se confirmasse esta teoria ocorreria a esterilização para que nãoocorresse a disseminação de genes defeituosos. E casais dotados de boa aparência física e inteligência eram incentivados a terem filhos para que pudessem disseminar os genes considerados bons. Acreditava-se que os filhos seriam como seus progenitores; quanto maior o número de características comuns de certas qualidades maiores era a probabilidade desta carga genética chegar a novas gerações e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A paranóia dentro da perspectiva psicanalítica
  • perspectiva educacional de inclusão
  • Formação educacional para a formação do capital humano
  • Resenha
  • Formação da moral na perspectiva crista
  • FORMAÇÃO DO PROFESSOR NUMA PERSPECTIVA ATUAL
  • A FORMAÇÃO HUMANA NA PERSPECTIVA ONTOLOGICA
  • A formação de educadores em quatro perspectivas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!