escola nova e o processo educativo

Páginas: 7 (1617 palavras) Publicado: 22 de outubro de 2013
Escola nova e o processo educativo.
A autora utiliza-se de fontes como Locke, Rousseau, Pestalozzi e outros, para afirmar que as intuições destes, hoje nos enriqueceram no conhecimento psicológico da criança e das leis de sua construção.
“Hoje sabemos que a criança cresce como uma pequena planta, segundo leis que lhe são próprias, e que não chega a possuir verdadeiramente senão o que adquiriue assimilou por um trabalho pessoal” (grifos do autor. pg497- escola nova e processo educativo).
Mostra-se como se desenvolveu o discurso de “escola nova”, desde suas primeiras alterações, seguindo pelo seu desenvolvimento, que rompe com os modelos educacionais tradicionais onde o professor era o guia da aprendizagem, devido ser considerado um ser adulto e completo racionalmente enquanto acriança é tida como incompleta e imatura tendência esta caracterizada como sendo muito ‘conteúdista’ e o ensino é marcado pelo método de assimilação de conteúdos, já a outra, surge se contrapondo ao modelo educacional tradicional já que tem como base a concepção nos fenômenos existencialistas, naturalistas e fenomenológicos e apresenta uma visão de ser humano “centrada na existência, na vida, naatividade” (OLIVEIRA, 1988:04) e serve de base para a transmissão de valores sociais e ajustar ou adaptar psicologicamente os indivíduos à sociedade, juntamente com a experimentação, a manipulação dos objetos e a busca de solução dos problemas e da descoberta. O professor passaria a ser o orientador da aprendizagem do aluno, que sendo sujeito, vai “aprender a aprender”. Aprofundando a mudançainiciada com o processo intuitivo no fim do séc. XIX. Desse modo o conhecimento escolar centra-se na criança. O método de ensino passa a ser o da pesquisa e a experimentação o que por sua vez reforçam a cientificidade da pedagogia, servem de base para assegurar a centralidade na criança no processo educativo e garantir o respeito à sua individualidade em uma escola estruturada para um numero crescente dealunos. E devido a estes discursos terem operado alteração na estrutura do ensino primário no Brasil nos anos 20 e 30, os educadores buscam a denominada “racionalização” dos processos educativos que são abordados neste artigo.








Escrita
Entre os processos educativos abordados, destaca-se primeiramente a escrita, que foi alvo de muitas experimentações, observações e adaptações,pois primeiramente foi compreendida como capacidade fundamental do individuo (letrado) e em seguida busca-se a diferenciação do aluno escolarizado e da criança sem escola pelo ato de escrever. E através de formulas sugeridas e consequentemente evocadas como a de George sand- “Papel direito, corpo direito, escrita direita” que foi defendida o uso da letra vertical como tipo caligráfico ideal,ajudando a solucionar problemas de miopia e escoliose verificados em alunos. Neste mesmo período em decorrência do esforço dos governos republicanos estaduais, surgiu a partir da união das escolas isoladas em grupos a figura do diretor que tinha um maior controle do trabalho docente e também o desenvolvimento do ensino em classes graduadas, substituindo o ensino multisseriado. Com a disseminação dascarteiras que proporcionavam aos alunos pouca mobilidade mantendo-as na posição rígida, dando ênfase na postura dos alunos somada com as prescrições higiênicas, a escrita passa por mudanças novamente, desta vez adaptando-se à modernidade, botando em relevo outras questões relativas às praticas escolares do escrever. Surge a caligrafia muscular somada a disciplinarização corporal, aquela agoraadaptada aos novos desafios da escrita onde a partir de exercícios coordenados por palmas o aluno escrevia de forma inclinada se sem talhe, através da utilização da tração e não mais da pressão, resultado dos movimentos do músculo do antebraço e da mão com a posição corpórea levemente inclinada ao caderno com o ritmo regular. E conforme as mudanças, a escrita precisava ser eficiente na economia de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A escola e o professor no processo educativo
  • Experiências profissionais na construção de processos educativos na escola
  • Processo educativo
  • Processos educativos
  • PROCESSO EDUCATIVO
  • Processo educativo
  • Processo educativo
  • Processo educativo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!