Epistemologia

Páginas: 8 (1868 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
A REFORMA PROTESTANTE


O renascimento é o momento em que, no caso específico da Filosofia, o pensamento passou a intensificar sua luta contra a ideologia da Igreja, de que a Filosofia deveria ser serva da Teologia. As discussões filosóficas do período, cujo tom era dado pelo conflito entre fé e razão, deram origem a uma forma curiosa de ceticismo: o ceticismo cristão, também classificadoparadoxalmente de “ceticismo fideísta ou fideísmo cético”. Filósofos cristãos como Michel de Montaigne (1533- 1592), por exemplo, usaram todo o arsenal cético de argumentação para demonstrar que a razão era limitada e insuficiente para estabelecer critérios seguros e definitivos sobre os quais pudesse se erigir verdades indubitáveis, e que os sentidos eram enganadores, enfim, para persuadirem que osaber das ciências era de fato precário. Portanto, de acordo com esses religiosos céticos, o mais adequado aos homens seria mesmo se apegar à fé, ou seja, orientar-se na vida, sobretudo, pelos dogmas da Bíblia e da religião católica, pois seria mais seguro. A presença decisiva do ceticismo nesses debates gerou o que estudiosos do ceticismo, como Richard Popkin, chamaram de “crise cética noRenascimento”. Mas com o interesse cada vez maior pelas reflexões de Sexto Empírico, essa crise se alastrou no tempo, desencadeando outra crise intelectual talvez ainda mais relevante: a crise cética que resultou na Reforma Protestante. Afinal, Martinho Lutero não ficou imune às críticas céticas aos critérios de verdade, tampouco às tentações da técnica de suspensão do juízo esboçada por Sexto Empírico.Outro fato curioso ocorrido no século XVI, durante a Reforma, foi à utilização do ceticismo tanto pelos reformadores quanto pelos ideólogos da Contra- Reforma para marcarem as suas posições. De um lado, Lutero usava os argumentos do ceticismo para demonstrar a fragilidade dos critérios de verdade estabelecidos pelo Vaticano. Do outro, pensadores como Erasmo de Roterdan articulavam os mesmosargumentos céticos para refutar o novo critério de conhecimento religioso proposto por Lutero, isto é, a consciência individual. Martinho Lutero, parte de uma postura crítica e agressiva a Igreja Católica, contestou, principalmente contra a venda de Indulgências. Lutero propôs a abolição da hierarquia papal, que além de intermediar entre Deus e o homem comete vários abusos. Para ele o homem deve buscarDeus num ato espontâneo e individual. A Reforma Protestante foi um movimento de caráter religioso que marcou a passagem do mundo medieval para o moderno.

Contexto Econômico
Entre os fatores de grande relevância que assinalaram esse período de transformações podemos destacar o novo contexto econômico do período. No ambiente das cidades, os comerciantes burgueses eram malvistos pela Igreja.Segundo os clérigos, a prática da usura (empréstimo de dinheiro a juro) feria o “sagrado controle” de Deus.
Além dos comerciantes, a própria crise econômica feudal também instigou a população a questionar os dogmas impostos pela Igreja. Os clérigos estavam muito mais próximos das questões materiais envolvendo o poder político e a posse de terras do que preocupados com as mazelas sofridas pelapopulação camponesa. Um dos mais claros reflexos dessa situação pôde ser notado com o relaxamento dos costumes que incitava padres, bispos e cardeais.
Já no século XII apareceram os primeiros movimentos que questionavam as crenças e práticas do catolicismo. Entre outras manifestações, podemos destacar o papel exercido pelos cátaros, originários da região sul da França. Naquela região as distinçõesculturais históricas propiciaram a ascendência de uma fé cristã à parte dos ditames da Igreja Católica. Realizando uma leitura própria do texto, os cátaros tinham valores morais bastante rígidos que se contrastavam com o comportamento dos líderes clericais.
No século posterior, vendo a grande presença do movimento religioso, o papa Inocêncio III ordenou a realização de uma cruzada que (entre 1209 e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Epistemologia
  • epistemologia
  • epistemologia
  • Epistemologia
  • Epistemologia
  • epistemologia
  • Epistemologia
  • epistemologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!