Economia na atualidade

Páginas: 5 (1004 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
Estima-se que a Economia de Portugal tenha sido, em 2013, a 49ª maior do mundo se considerarmos o seu Produto Interno Bruto nominal (PIB nominal), estimado em 219,4 mil milhões de dólares. Este valor representa uma subida em relação ao valor em 2012 (212,4 mil milhões de dólares, ou seja o 47º mais alto), mas uma descida considerável em relação ao PIB nominal em 2011, de 237,9 mil milhões dedólares, quando era o 43º maior do mundo. Porém, se considerarmos o PIB calculado em termos de Paridade de Poder de Compra, estimado em 243,3 mil milhões de dólares, Portugal figura como sendo a 51ª maior economia do mundo. Esse valor está abaixo dos 244,3 mil milhões de dólares que, em 2012, colocavam o país na 49ª posição. Desde 1974, a evolução do PIB a preços constantes pode ser dividida emdiferentes períodos:

Os anos do PREC, 1974 e 1975, em que o PIB calculado a preços constantes decresceu 2,34%, com destaque para o tumultuoso ano de 1975 em que registou um decréscimo de 5,10%, o pior desde a Revolução dos Cravos;
Os anos entre a entrada em vigor da Constituição de 1976 e a entrada na CEE, entre 1976 e 1985, durante os quais o PIB cresceu 36,94%, a uma taxa média anual de 3,19%;
Osanos entre a entrada na CEE e a entrada em circulação do Euro, entre 1986 e 2001, durante os quais o PIB cresceu entre cresceu 86,11%, a uma taxa média anual de 3,96%, facto a que não será alheia a entrada massiva de fundos comunitários destinados à modernização da economia portuguesa. Este período divide-se entre as governações de dois Primeiros Ministros: Cavaco Silva, que até ao fim do seuúltimo governo, em 1995, viu a economia crescer 48,26%, a uma taxa média de 4,02% ao ano; e António Guterres que até 3 meses antes do fim do seu último governo viu a economia crescer 25,53%, a uma taxa média de 3,86% ao ano;
Os anos desde a entrada em circulação do Euro e o recurso ao apoio financeiro externo por parte do FMI e do Fundo Europeu de Estabilização Financeira, entre 2002 e Junho de 2011,em que a economia portuguesa estagnou, tendo crescido apenas 4,40%, a uma taxa média de 0,45% ao ano. Durante este período Portugal teve como Primeiros Ministros Durão Barroso, actual presidente da Comissão Europeia e Pedro Santana Lopes, ambos apoiados pelo PSD e CDS-PP, entre Abril de 2002 e Março de 2005. Entre 2002 e 2004, o PIB cresceu 1,40%, a uma taxa média anual de 0,46%. De 2005 a Junhode 2011 foi Primeiro Ministro José Sócrates. Entre 2005 e Junho de 2011, o PIB cresceu 2,96%, a uma taxa média anual de 0,45%;
O descontrolo da dívida soberana, do défice público e o consequente insuportável aumento dos juros que o Estado português se viu obrigado a ter de pagar para se poder financiar nos mercados internacionais levou a que se recorresse à intervenção externa por parte do FMI edo Fundo Europeu de Estabilização Financeira. A partir do 2º semestre de 2011, já com Pedro Passos Coelho como Primeiro Ministro, a economia portuguesa, que já tinha entrado em recessão, viu o seu PIB desacelerar-se mais rapidamente, tendo este caído 5,50% até ao fim de 2013, a uma taxa média anual de 2,24%. A queda do PIB em 2012, de 3,17%, foi a 2ª pior desde o 25 de Abril de 1974, só superadapela de 1975.1 2 14 15 16 17
Tendo aderido à então Comunidade Económica Europeia, em 1986 (que se veio a tornar na União Europeia) juntamente com a Espanha, o país iniciou, então, um período de fortes reformas e de elevados investimentos em infra-estruturas que se reflectiram numa rápida aceleração do crescimento económico português. Entre 1970 e 2003, o produto interno bruto per capita, isto é,tudo o que é produzido pelo país dividido por cada habitante, cresceu de pouco mais de 50% para cerca de 70% da média europeia.

Portugal foi dos primeiros países seleccionados para a fase final da União Económica e Monetária, iniciando a introdução do Euro como moeda a partir de 1 de Janeiro de 1999. A circulação de notas e moedas iniciou-se em 1 de Janeiro de 2002. A participação no Euro...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A economia portugesa na atualidade
  • Economia portuguesa na atualidade
  • Economia Portuguesa de 1910 à atualidade
  • Economia portuguesa na atualidade
  • Economia portuguesa na atualidade
  • Economia brasileira de 1800 á atualidade
  • A Economia Portuguesa na Atualidade Trabalho de recuperação
  • atualidades

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!