EAS analise e sedimentos

Páginas: 9 (2227 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
Elementos anormais e sedimento – EAS

Exame Físico
ASPECTO
A urina normal recém-emitida é transparente ou com pouca opacidade devido à precipitação de fosfatos e uratos amorfos, carbonatos, cristais de oxalato de cálcio e de ácido úrico. Também pode haver opacidade normal pela presença de muco ou células epiteliais, principalmente em mulheres.
A turvação na urina, em geral, resulta dapresença de leucócitos, hemácias, células epiteliais, bactérias e cristais amorfos. E, com menor freqüência, da presença de lipídios, muco, linfa, cristais, leveduras e matéria fecal.
COR
A cor amarela normal da urina se deve à presença de um pigmento denominado urocromo, produto do metabolismo endógeno. Em uma amostra recém-emitida, a intensidade da cor pode fornecer uma estimativa aproximada daconcentração urinária. As diferenças de tom (pálido ou escuro) são normais devido às variações do estado de hidratação do paciente.
As colorações anormais da urina são numerosas. As mais freqüentes são o vermelho, variando de rosado a negro pela presença de sangue, hemoglobina ou mioglobina, e o amarelo-escuro ou âmbar pela presença anormal do pigmento bilirrubina.
DENSIDADE
O volume e aconcentração de solutos excretados na urina são controlados pelo rim, que assim mantém a homeostase dos fluidos e eletrólitos corpóreos. A densidade é definida pela habilidade renal em controlar a concentração e diluição da urina. Esse complexo processo de reabsorção muitas vezes é a primeira manifestação de uma lesão renal. A densidade de uma amostra é definida não só pelo número de partículaspresentes, mas também por seu tamanho. E os principais responsáveis por essa densidade são a uréia, os cloretos e os fosfatos. Quando presentes, a glicose e os contrastes radiológicos também elevam de forma importante a densidade urinária. Em amostras normais, colhidas ao acaso, a densidade média varia entre 1.015 a 1.025. Para urinas com densidade de 1.010, usa-se o termo isostenúria; para valoresabaixo de 1.010, hipostenúria; e para os valores acima, hiperestenúria.
Exame Químico
PH URINÁRIO
Em geral, o pH da urina varia entre 4,5 e 8. Valores de pH acima de 8 ou abaixo de 4,5 não são fisiologicamente possíveis, não sendo por isso avaliados no exame da urina por fitas reagentes. Um pH 9 está associado à conservação incorreta da amostra.
O pH urinário aumenta em dietas ricas emfrutas e vegetais, alcalose metabólica sem perda de potássio, vômitos prolongados, alcalose respiratória, infecção do trato urinário por microrganismos que utilizam a uréia (por exemplo: Proteus spp., Pseudomonas spp.), após refeições, acidose tubular renal, síndrome de Fanconi e terapia alcalina.
Diminui em dietas ricas em proteínas, acidose metabólica (por exemplo: acidose diabética), alcalosemetabólica por perda de potássio, acidose respiratória, infecções do trato urinário por Escherichia coli, dietas hipoclóricas e diarréias severas.
PROTEÍNAS
O aumento da quantidade de proteínas na urina (proteinúria) é, com freqüência, o primeiro indicador de doença renal. A proteinúria, no entanto, não é uma característica exclusiva de todas as doenças renais; outras condições não renais tambémpodem aumentar essa excreção de proteínas. Classificada em quatro categorias – pré-renal, glomerular, tubular e pós-renal –, a proteinúria tem como principais causas patológicas a lesão da membrana glomerular, reabsorção tubular deficiente, mieloma múltiplo, proteinúria ortostática, pré-eclâmpsia e doenças renais decorrentes do diabetes mellitus. Freqüentemente, a proteinúria está associada àhemoglobinúria e ao achado de cilindros, hemácias e leucócitos no exame microscópico. Entretanto, na presença de um pequeno número de cilindros ou hemácias, é possível haver resultados negativos para proteinúria. Quando a albumina está presente, o resultado é semiquantitativo e expresso em cruzes. A análise quantitativa e a interpretação de seus valores estão descritas no capítulo de Bioquímica....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Sedimentos no eas
  • Eas (elementos anormais do sedimento) ou urina tipo i.
  • ANÁLISE GRANULOMÉTRICA E INFERÊNCIA DE AMBIENTES EM SEDIMENTOS SILICICLÁSTICOS
  • sedimentos
  • sedimentos
  • sedimentos
  • Ea
  • ---ea

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!