drpar

Páginas: 5 (1174 palavras) Publicado: 23 de outubro de 2013
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000. Normalmente se manifesta na infância, frequentemente sendo de evolução fatal durante este período ou na primeira infância, porém há um amplo espectro de manifestações clinica que podem se manifestar atéa idade adulta. Além da presença de cistos renais, a doença está associada com a fibrose hepática, diagênese biliar e fibrose portal.


A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000. Normalmente se manifesta na infância, frequentemente sendo deevolução fatal durante este período ou na primeira infância, porém há um amplo espectro de manifestações clinica que podem se manifestar até a idade adulta. Além da presença de cistos renais, a doença está associada com a fibrose hepática, diagênese biliar e fibrose portal.














A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatiashereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma dasmais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal PolicísticaAutossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
ADoença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalênciana população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias hereditárias infantis, que afeta 1/40000 crianças. A prevalência na população geral é de 1/85000.

Victor / Matheus
A Doença Renal Policística Autossômica Recessiva (DRPAR) é uma das mais importantes nefropatias...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!