Ditadura e serviço social

Páginas: 5 (1108 palavras) Publicado: 3 de março de 2013
1.3
O processo de autocracia burguesa
O governo Figueiredo demarcou a incapacidade da ditadura se reproduzir emface do acúmulo de forças de resistência democrática e da ampla vitalização domovimento popular devido ao reingresso da classe operária urbana na cena política. É nogoverno de Figueiredo que o projeto de autorreforma do regime ditatorial fracassa devidoao confronto entre a estratégiaaberturista do regime e as aspirações e tendências àdemocracia que impede o regime ditar suas regras.A autocracia burguesa evoluiu diferencialmente em três momentos: o primeiroque vai de abril de 1964 a dezembro de 1968 cobrindo o governo Castelo Branco e partedo governo Costa e Silva é marcado pela busca de uma base social de apoio quesustentasse as iniciativas da ditadura. A aliança vencedora nãoferiu o andamento formalda vida legislativa e se comprometeu com o calendário eleitoral, mas seus esforços nãoforam suficientes para impedir uma erosão na unidade dos parceiros do pactocontrarrevolucionário e as forças antiditatoriais buscaram mecanismos de rearticulação. Odinamismo essencial da erosão radicava em que a orientação econômico-financeira donovo governo colidia com a composiçãoincomum do pacto contrarrevolucionário: asmedidas racionalizadoras, quer em face da desaceleração do crescimento quer em face desuas prospecções para o modelo econômico, rachavam a unidade conseguida as vésperasde abril, aqui, a implementação do Plano de Ação Econômica do Governo é canônica. Nocampo dos trabalhadores a liquidação da estabilidade no emprego e uma política salarialdepressiva só faziamdistanciar o governo e a massa trabalhadora. As dificuldades doprimeiro governo dos golpistas são grandes em todas as frentes, o primeiro deles é osistema político institucional onde o arcabouço herdado do período pré-64 impunha-lhesum ritmo lento, negativo a afirmação à nova ordem. O segundo se refere à coesão daforça tutelar do novo poder, a corporação armada, onde começou a emergirpartidos,dificultando para o primeiro titular golpista da presidência, o controle na escolha do sersucessor que herdaria de Castelo Branco toda acumulação de estrangulamentos políticos esociais. Com o descontentamento popular, a oposição saiu da defensiva e, mesmo privadade instrumentos de poder, começou a romper o cerco com que os mecanismos do arbítrioprocuraram insulá-las, é o tempo da
Frente Ampla
, sinalde ruptura com o pactocontrarrevolucionário. A aceleração do processo político se deu pelo movimento operárioe sindical e o movimento estudantil representada pela pequena burguesia urbana que

assumiu a frente da contestação à nova ordem. A oposição conquistava as ruas, provandomudanças no campo do governo e na oposição.O segundo momento vai de dezembro de 1968 a 1974 que envolve o fimdogoverno Costa e Silva, o breve espetáculo da junta Militar e todo governo Médici. Nesteperíodo o nó de impasses é rompido com o
Ato Institucional nº 5
(AI-5): abre-se ogenuíno momento da autocracia burguesa. O que foi até agora uma ditadura reacionária,converte-se num regime político de nítidas características fascistas. A requisição dalegitimação é deslocada do plano de representação de interessesociais para a eficácia doregime e do governo na promoção do desenvolvimento econômico: é o tempo docrescimento acelerado, batizado como

milagre brasileiro

. Deste momento do cicloautocrático burguês há dois fenômenos que se deve conter. De uma parte a construção doEstado a serviço dos monopólios que obstaculizavam ou reduziam a velocidade damodernização conservadora; tanto o crescimentoquantitativo de aparatos funcionais aomodelo econômico, quanto uma alteração qualitativa no seu rebatimento na ordemestritamente econômica que certificou um poder de definição macroscópica de políticassociais abrangentes. De outra parte a sistemática do terrorismo de Estado conduziu asforças democráticas a uma residual política de resistência. Em 1973 o

milagre

começa ase esgotar, é na...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Seso ditadura e serviço social
  • O serviço Social na Ditadura Militar
  • Ditadura e serviço social
  • fichamento ditadura e serviço social
  • Resumo: Ditadura e Serviço Social
  • Fichamento Ditadura e Serviço Social
  • Ditadura e servico social
  • SERVIÇO SOCIAL PSICOLOGIA E A DITADURA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!