Dicas de Estudo OAB

Páginas: 82 (20252 palavras) Publicado: 24 de agosto de 2014
Enjoado de estudar para o Exame da OAB?
Alguns candidatos, após um número “x” de reprovações, experimentam um fenômeno relativamente conhecido: o enjoo do Exame de Ordem.
É a mesma rotina, o mesmo tipo de material de estudo, as mesmas expectativas, o mesmo ritual, as visitas ao mesmo Blog…tudo de novo.
O problema do enjoo é seu efeito colateral mais funesto: a desmotivação. E ela, adesmotivação, é a responsável por fazer os candidatos desistirem da prova. Ela os transforma em estatísticas, as tristes estatísticas do Exame.
É fácil escrever palavras, frases, teorias inteiras sobre não desistir. Todo mundo é capaz de escrever litros sobre isso, sobre como fazer as coisas darem certo e que ao final do caminho haverá um arco-íris lindo de felicidade (com ursinhos carinhosos e tudo omais).
Mas a verdade é que a dor, essa companheira inseparável do gênero humano, é personalíssima. Cada um sabe como dói e o quanto dói. Palavras, motivações e assemelhados produzem, certamente, seus efeitos, mas é o indivíduo, sozinho, responsável por impulsionar a mola da própria vontade.
Nossas vidas estão permeadas de pequenos e grandes fracassos. Todos nós enfrentamos mais de uma derrota emnossos projetos e sonhos.
Conheço várias histórias de candidatos esmagados por sucessivos fracassos no Exame de Ordem, mas, de tanto insistirem, ao fim conseguiram. Uma vez, na antiga comunidade do Orkut, uma menina se abriu e contou que conseguiu passar no seu oitavo Exame.
Oito Exames até conseguir o sucesso. Provavelmente persistência era o sobrenome dela.
Ao fim, ela conseguiu.
Conheçopessoalmente pessoas que levaram 5, 6 ou mesmo 7 Exames para se tornarem advogados.
Sei de uma história, verídica, de um candidato em São Paulo que estava, pasmem, na sua 17ª tentativa de ingressar nos quadros da Ordem. Ele estava tentando há mais tempo do que ficou na faculdade. Isso foi em 2007 ou 2008. Não sei se ele conseguiu ao fim, mas tentar 17 vezes não é para qualquer um.
É preciso ter muitagarra, uma perseverança de aço.
Mas não é assim para todos.
A vida é por demais complexa para se declinar aqui a miríade de circunstâncias pessoais que atrapalham sonhos e projetos: necessidade de trabalhar, filhos, pouca grana, educação deficitária, pouca força de vontade e mais um longo e amplo etc., apresentável de forma isolada ou concomitante para cada um que almeja o sucesso no Exame deOrdem ou em um concurso qualquer.
O Exame de Ordem aprova, em média, uns 20% dos candidatos, levando-se em conta as últimas edições.
A OAB diz que existe um universo de 4 milhões de bacharéis sem carteira. Outros dizem que são 2 milhões. Ambos os cálculos possuem inconsistências, mas não são aparentam ser exagerados.
A verdade é que não existe um número oficial, se existir algum levantamento, masnão tenho dúvidas de que são muitas centenas de milhares de bacharéis sem carteira.
Uns por que não querem, outros, por que não podem, e a grande maioria por que não conseguiu.
Desistiram.
Desistir ou ficar pelo caminho é a regra.
Por que vocês acham que o Exame de Ordem desperta tantas polêmicas? Por que ele tem opositores tão ferozes, armados de todos os argumentos e ações para derrubá-lo?Porque o Exame de Ordem é um elemento de exclusão do mercado de trabalho.
Vejam, não entro aqui no mérito dele ser justo ou não. Apenas exponho um fato: ele exclui bacharéis em Direito do exercício da advocacia.
Exclui quem passou 5 anos na faculdade, pagando uma soma que imagino girar em torno de 70 mil reais para conseguir o diploma.
Esperar uma indignação contra o Exame é algo natural.
Mascomo escrevi, não vou aqui adentrar no mérito dele ser necessário, justo ou injusto. Não é o foco.
Apenas quis mostrar uma realidade: sucumbir ao Exame de Ordem é a regra.
Quando então seria a hora de desistir? Quando o enjoo da prova torna-se insuperável?
Você só deve desistir quando, APÓS aprender a estudar, não conseguir o sucesso.
Aprender a estudar?
Exatamente!
Não se trata aqui de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Dicas de estudo OAB
  • dicas OAB
  • Dicas OAB
  • Estudo para oab
  • Estudos OAB
  • Estudo oab
  • estudos oab
  • Apostila de Dicas OAB

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!