Cromatina Sexual

Páginas: 5 (1113 palavras) Publicado: 3 de abril de 2015
 4
1-INTRODUÇÃO

Em 1949, o pesquisador inglês Murray Barr descobriu que há uma diferença entre os núcleos interfásicos das células masculinas e femininas: na periferia dos núcleos das células femininas dos mamíferos existe uma massa de cromatina que não existenas células masculinas (Figura 01). Essa cromatina possibilita identificar o sexo celular dos indivíduos pelo simples exame dos núcleos interfásicos: a ela dá-se o nome de cromatina sexual ou corpúsculo de Barr. (Bourroul, 2012)
A partir da década de 1960, evidências permitem que a pesquisadora inglesa Mary Lyon levantasse a hipótese de que cada corpúsculo de Barr forre um cromossomo X que, nacélula interfásica, se espirala e se torna inativo, dessa forma esse corpúsculo cora-se mais intensamente que todos os demais cromossomos, que se encontram ativos e na forma desespiralada de fios de cromatina. Segundo a hipótese de Lyon, a inativação atinge ao acaso qualquer um dos dois cromossomos X da mulher, seja o proveniente do espermatozoide ou do óvulo dos progenitores. Alguns autoresacreditam que a inativação de um cromossomo X da mulher seria uma forma de igualar a quantidade de genes nos dois sexos. A esse mecanismo chamam de compensação de dose. Como a inativação ocorre ao acaso e em uma fase do desenvolvimento na qual o número de células é relativamente pequeno, é de se esperar que metade das células de uma mulher tenha ativo o X de origem paterna, enquanto que a outra metadetenha o X de origem materna em funcionamento. Por isso, diz-se que as mulheres são “mosaicas”, pois quanto aos cromossomos sexuais apresentam dois tipos de células. (Bourroul, 2012).










Figura 01-Diferenças entre celulas
masculino( acima), femino(abaixo).5
A inativação do cromossomo X existentes no indivíduo XX ocorre no início da vida embrionária, por volta do 13o – 16o dias de vida intra-uterina e tem 2 propriedades importantes: Determinação randômica (aleatória): o X de origem materna e o X de origem
paterna têm a mesma probabilidade de serem escolhidos para inativação. Manutenção do padrãode inativação: a partir do momento em que um dos cromossomos X é escolhido para inativação e é inativado, todos os descendentes clonais daquela célula apresentam o mesmo X inativo. Desta forma, a inativação do X é um processo determinado aleatoriamente, mas fixo.( Sant´Anna e Dutra, 2003).
O centro de inativação do X é uma região presente na banda 13q do cromossomo X que organiza o processo deinativação do X. Neste centro encontramos o gene XIST ( X inactive specific transcript) que é fundamental no processo de inativação do X. Mais recentemente foi identificada também o gene Tsix, situado abaixo do XIST ( em relação ao centrômero), com papel provavelmente possivelmente de regulação. O gene XIST é tanto necessário quanto suficiente para que ocorra a inativação do X, isto é, sem a presençade XIST a inativação não ocorre e é preciso somente a sua presença para que o processo seja iniciado.( Sant´Anna e Dutra, 2003).




2- OBJETIVO

O experimento realizado tem como objetivo a observação da cromatina sexual em neutrófilos de sangue periférico.6
3- PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL
Materiais:
Lâminas;
Cubeta para coloração das lâminas;
Proveta;
Álcool 70%;
Corante Giemsa;
Água destilada;
Béqueres;
Lanceta descartável;
Papel toalha;
Algodão;
Micróscopio.

Metodologia
Inicialmente foi perfurado o dedo anular lavado com água e sabão e desinfetado com álcool 70, em seguida foi recolhido o sangue e colocado na lâmina para fazer...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A Cromatina Sexual
  • PRÁTICA cromatina sexual em células epiteliais da mucosa oral
  • cromatina
  • a cromatina
  • Cromatina
  • RELATÓRIO DE ATIVIDADE PRATICA: CROMATINA SEXUAL (Corpúsculo de Barr) E OBSERVAÇÃO DAS CECULAS DA MUCOSA ORAL
  • Estrutura da cromatina
  • Pesquisa Cromatina

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!