Contabilidade tributária

Páginas: 13 (3196 palavras) Publicado: 2 de dezembro de 2012
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO........................................................................................02

ETAPA I...................................................................................................03

ETAPA II..................................................................................................07BIBLIOGRAFIA.......................................................................................14

INTRODUÇÃO

Existem muitas diferenças entre tributo, imposto, taxa, contribuições, empréstimo compulsório e contribuição de melhoria.
Percebemos, depois de anos que muitas vezes, falta o conhecimento introdutório sobre determinado assunto, principalmente na área tributária. Na correria do dia a dia, as pessoas aprendem tributação pelo meio oufim, e, consequentemente ficam sem base para entender determinadas situações mais avançadas.
Diante desse cenário, os profissionais  às vezes até conhecem uma ou outra espécie de tributo, mas superficialmente, porém não sabem diferenciar bem. Vejo isso em diversas situações cotidianas, como: nas aulas, nas revistas, na fila do banco, até jornalistas e profissionais da área confundem os tributos.Logo, surgem vários questionamentos: Qual a diferença de tributo para imposto? Tributo é imposto? E demais perguntas similares.
Até mesmo, afirmações erradas, como: Os impostos estão altos (referindo-se a pedágio ou Contribuição para Iluminação Pública).

ETAPA I – INTRODUÇÃO A CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA

TOPICO 01

HISTÓRIA DOS TRIBUTOS NO BRASIL
Durante o período pré-colonial a principalpreocupação de Portugal resumiu-se em manter a posse das terras. Nesse período a principal atividade econômica era a extração do pau-brasil, da qual era cobrado o primeiro tributo pago no Brasil o QUINTO (quinta parte do produto da venda da madeira).
Demonstração de resultado de um lote de “pau-brasil”
RENDA BRUTA | 40.000,00 | |
(-)CUSTO NO BRASIL | | 10.000,00 |
(-)DESPESA TRANSPORTE P/PORTUGAL | | 3.000,00 |
(-)PAGOS A FAZENDA REAL | | 21.000,00 |
TOTAL (CUSTOS, DESPESAS E TRIBUTOS) | 34.000,00 | |
RESULTADO OBTIDO NA VENDA | 6.000,00 | |

Na operação demonstrada observa-se que 52,5% do valor da venda o 77,8% do valor adicionado pelo comerciante ficavam com a Fazenda Real Portuguesa, enquanto 15% do valor da venda e 22,2% do valor adicionado era o lucro docomerciante.
Com o passar dos tempos e a diversificação das atividades econômicas foram criadas novos tributos:
* Décima urbana – correspondente a 10% do valor locativo dos imóveis, a primeira modalidade de imposto predial.

* Décimas de heranças e legados, parte dos bens de raiz e parte dos escravos -, primeiros impostos sobre transmissão de propriedade.

* Impostos sobre o consumo degado e aguardente.

Um fator importante foi a criação do Banco do Brasil, em 1812, a qual foi custeada com impostos.
Com o aumento dos impostos e cobranças excessivos pelo governo começou uma onda de movimentos oposicionistas a esses abusos dentre os quais se destaca a Revolução de 1817.
Portanto conclui-se que a criação dos impostos no Brasil colonial, estava mais preocupada em sustentar a elitelusitana do que na construção de uma nação.
TÓPICO 02

Dicas de Economia tributária – Pessoa Física.
Diante da necessidade de organizar-se e permitir a realização de ações direcionadas ao bem comum, o povo delega a um ente chamado governo o poder de realizar tais ações, e de criar condições para tal.
O governo como centralizador e organizador dos padrões sociais de convivência de um povo,num determinado território ou até mesmo entre os povos, em territórios diferentes, usa a cobrança de tributos para tratar e manter o que é de interesse comum e para tanto usa do chamado poder coercitivo, através de multas, apreensões, interdições, e outras sanções legais.
Contemporaneamente a cobrança de tributos pode ser vista sob a teoria dos contratos, em que os papéis de quem paga e de quem...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Contabilidade tributária
  • Contabilidade tributária
  • Contabilidade tributaria
  • Contabilidade tributária
  • Contabilidade tributaria
  • Contabilidade tributaria
  • CONTABILIDADE TRIBUTARIA
  • CONTABILIDADE TRIBUTARIA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!