construção e reconstrução da velhice

Páginas: 5 (1155 palavras) Publicado: 16 de maio de 2014







Práticas Profissionais
Resumo
A construção e a reconstrução da velhice: família, classe social e etnicidade.

Por Guita Grin Debert



Universidade Cruzeiro do Sul
Curso de Psicologia
2013
Em “A construção e a reconstrução da velhice: família, classe social e etnicidade” a autora problematiza o tipo de polemica gerado pelo processo de construção/desconstrução davelhice. Segundo a autora a produção acadêmica recente tenta desconstruir a velhice como fase homogênea e reconstruí-la sob novas bases de homogeneidade ou heterogeneidade. Nesta fase da velhice as experiências vividas seriam homogeneizadas e os problemas dos idosos, por serem comuns, rejeitariam diferenças de classe, raça ou etnicidade (Debert, 1999). O processo de desconstrução e reconstruçãoformaria uma subcultura, formada por indivíduos maiores de 60 anos, passível de ser estudada – formação da Gerontologia – porém sem um papel especifico na sociedade moderna, sendo um grupo desprivilegiado em sociedades industrializadas (Burguess, 1960; Barron, 1961; in: Debert, 1999, p. 42).
Um dos principais erros quando se aborda o processo de envelhecimento é encara-lo com a aplicação de perspectivasorganicistas (Fonseca, 2010)1. A análise de trabalhos mais recentes, segundo Debert, mostra que a modernização diminui a satisfação e status dos idosos, visto que, em sociedades tradicionais, o idoso tem maior status e prestigio. Deste momento surgem duas teorias, a teoria da atividade e a teoria do desengajamento, onde o processo de envelhecimento acarreta a perda de papeis na sociedade. Segundoa teoria da atividade essa “perda” pode ser compensada por novas atividades direcionadas aos idosos, mantendo-os ativos e, portanto, felizes (Cavan, 1965 in: Debert, 1999, p. 43). Já a teoria do desengajamento propõe que o desprendimento voluntário das atividades é o que traz a felicidade na velhice (Cuming e Henry, 1961 in: Debert, 1999, p. 43).
Quanto à heterogeneidade e a homogeneidade navelhice a autora anuncia que as análises são semelhantes às propostas por Guillermar (1986), onde a sensibilidade com relação ao idoso passou por três períodos, sendo o primeiro marcado pela velhice relacionada a pobreza, discutindo a subsistência do trabalhador velho. O segundo período associa a velhice a uma fase de solidão e marginalidade, dando ênfase em fatores como lazer, férias e serviçosespeciais de saúde para os idosos, nascendo a ideia de Terceira Idade. O terceiro e ultimo período diz respeito a revisão da idade cronológica da aposentadoria, a velhice passa a ser vista como o momento em que o trabalho é ilegítimo. (Guillermard, 1986 in: Debert, 1999, p. 45).
A autora ainda afirma que, segundo Aries (1983), ocorreram três mudanças na visão do envelhecimento. Na primeira osnascidos em meados do século XIX a velhice consistia em um momento de mudanças sociais e nos hábitos e costumes. A segunda foca nos nascidos na década de 80 e 90 do mesmo século, onde os jovens tinham horror a velhice dos pais, acreditando que, com a modernidade, poderiam envelhecer sem que nenhum hábito, atividade ou costume fosse deixado para trás por incapacidade. A ultima mudança mostra o pensamentodos nascidos entre 1910 e 1920, onde a velhice seria vista como um momento de lazer e descanso desencadeado pela terceira idade.
Não se esquecendo da relação negativa entre envelhecimento e modernidade, Debert assume que se pode dizer pouco sobre a relação dos velhos e seus filhos em épocas passadas. A autora cita o trabalho de Thompson et alii (1991), que indica um padrão nas relações familiaresdos últimos 150 anos, onde morar com os filhos é a opção mais escolhida pelos idosos em momentos de crise bem com a independência de morar sozinho é igualmente escolhida quando estes indivíduos estão em boas condições de saúde. Além disso, a ideia de maior prestigio para os idosos em sociedades tradicionais “cai por terra”. Os idosos que foram bem sucedidos serão prestigiados, porém os demais...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Construção e reconstrução do objeto
  • Construção e reconstrução de memórias na identidade negra
  • O processo de construção e reconstrução das identidades dos indivíduos nas organizações.
  • velhice
  • Velhice
  • Velhice
  • A velhice
  • a velhice

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!