concepção do cientismo

Páginas: 6 (1351 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
2-Os éteres são compostos que apresentam um átomo de Oxigênio entre dois radicais orgânicos. Quando esses radicais forem iguais, o éter é chamado de simétrico, e assimétrico caso contrário.
Eles possuem caráter básico, são geralmente usados como anestésicos ou solventes. São pouco solúveis em água (cadeia pequena), e totalmente insolúveis quando a cadeia carbônica for longa. São altamenteinflamáveis e voláteis.

A nomenclatura oficial dos éteres é o Número de carbonos do menor radical ligado ao oxigênio + OXI + nome do maior radical, porém como se fosse um hidrocarboneto.
Exemplos:
Éter + radicais em ordem alfabética + ico

ou

Éter + radical menor + radical maior + ico
CH3 - O - CH3
Metoximetano (iupac)
Éter dimetílico

CH3-CH2-O-CH2- CHE3
Etoxietano (iupac)
Éterdietílico, éter sulfúrico, éter de farmácia, éter de laboratório, éter comum = nomenclatura usual
usado no nosso codidiano Éteres são usados como solventes de óleos, gorduras, resinas e na fabricação de seda artificial. Dentre as variadas aplicações dos éteres se destaca sua utilização na medicina que é muito importante, sendo usado como anestésico e na preparação de medicamentos.
3-Aldeído é uma função orgânica que se caracteriza pela presença, em sua estrutura, do grupamento H—C=O (formila ou formilo),1 ligado a um radical alifático ou aromático.2

A fórmula bruta dos aldeídos corresponde a um álcool com dois átomos de hidrogênio a menos.

Álcool: H3C-OH (metanol)

Aldeído: H2C=O (formol) (Com conexão no Carbono(c))
Segundo a nomenclatura IUPAC, o nome de um aldeídoé obtido substituindo-se a terminação "o" do hidrocarboneto correspondente por "al". Nos compostos que apresentam ramificações, considera-se como principal a cadeia que contém o grupo funcional, iniciando-se nela a numeração.
HCHO: metanal ou formaldeído
CH3-CH2-COH: propanal
HOC-CH2-CH2-COH: butanodial (note que a numeração não é necessária, já que a função aldeído só pode estar na extremidadeda cadeia)
Quando não for possível usar a forma sufixal, há ainda duas alternativas:
Usar o sufixo -carbaldeído. Por exemplo, HOC-CH2CH2CH(CHO)CH2CHO poderia ser nomeado como butano-1,2,4-tricarbaldeído. Note que, dessa maneira, excluímos da cadeia os carbonos da formila.3
Usar o prefixo formil-. Por exemplo, poderíamos nomear o mesmo composto do exemplo anterior como3-(formilmetil)hexanodial, considerando como parte da cadeia principal dois grupos formila.3
Entre os principais aldeídos presentes em nosso cotidiano estão o metanal (que, em solução aquosa, é o formol), o etanal, a vanilina (baunilha) e o cinamaldeído (canela).


4 - Cetonas são substâncias orgânicas onde o grupo funcional carbonila se encontra ligado a dois átomos de carbono. A propanona é a forma mais simples deuma cetona, ela é usada na obtenção de solvente de esmaltes, resinas e vernizes, é mais conhecida pela denominação de acetona. DESENHO NA FOLHA
No entanto, o nome oficial desse composto não é acetona. Vamos descobrir qual é o seu nome, aprendendo as regras de nomenclatura para cetonas estabelecidas pela IUPAC:
PREFIXO _ INFIXO _SUFIXO

EX:Assim, considerando a molécula da acetona, temoso seguinte:

O

H3C ─ C ─ CH3→ propanona

3 átomos de carbono = prop
ligações simples entre carbonos = an
grupo funcional cetona = ona
Nesse caso não é necessário numerar a cadeia carbônica porque não há outra possibilidade de localização para a carbonila. Se o oxigênio viesse ligado a qualquer dos outros carbonos, não seria mais uma cetona, mas sim umaldeído, porque viria na extremidade, em carbonos primários.
NO CODIDIANO Na indústria alimentícia, as cetonas possuem uma importante utilização: extração de óleos e gorduras de sementes, as plantas usadas neste processo são o girassol, amendoim e a soja. Cetonas podem ser usadas para extrair cocaína das folhas de coca, daí o porquê de seu uso ser restrito e fiscalizado por órgãos da polícia...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • minha concepção
  • Concepção de Currículo e Concepção de Ensino
  • Concepção inatista, concepção ambientalista ou empirista, concepção interacionista
  • Concepção positivista e concepção ética do direito
  • Passagem da concepção mítica para a concepção filosófica
  • Concepção e Habitus
  • Concepção pedagogica
  • Concepção de linguagem

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!