Casimiro de abreu

Páginas: 2 (257 palavras) Publicado: 10 de abril de 2013
Casimiro José Marques de Abreu, poeta brasileiro, da segunda geração do Romantismo, um período ainda marcado pelo “mal do século”, trouxe um lirismosimples e ingênuo, nos quais dominavam temas de amor e saudade da infância, da pátria e a natureza. Seu poema mais conhecido “Meus oito anos” ilustra muito bemessas características.
Nasceu em Barra de São João (RJ) no dia 4 de janeiro de 1839 e faleceu em 18 de outubro de 1860. Foi mandado para Lisboa, onde viveupor quatro anos e esse período que revelou suas principais inspirações de seus primeiros versos: a solidão, a melancolia, a perda dos sonhos da infância e asaudade gerada pela distância da pátria e da família.
É importante ressaltar a aproximação do autor com Álvares de Azevedo, pelos aspectos marcantes naspoesias de ambos, como a melancolia e o saudosismo, a respeito da infância e da figura da mãe e da irmã. O nacionalismo também está presente em poesias deexaltação à pátria, que é tema comum das poesias de Gonçalves Dias. E principalmente com o autor moderno Manuel Bandeira, que retrata reminiscências dainfância e de sua família, como retorno ao passado, opondo-se a angústia e dor vivenciadas pelo poeta. Assim como podemos observar no poema “Profundamente”:[...]
Quando eu tinha seis anos
Não pude ver o fim da festa de São João
Porque adormeci

Hoje não ouço mais as vozes daquele tempo
Minha avó
Meu avôTotônio Rodrigues
Tomásia
Rosa
Onde estão todos eles?

- Estão todos dormindo
Estão todos deitados
Dormindo
Profundamente.

Manuel Bandeira
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Casimiro de Abreu
  • Casimiro de abreu
  • Casimiro de Abreu
  • Casimiro de Abreu
  • Casimiro de Abreu
  • CASIMIRO DE ABREU
  • Casimiro de Abreu
  • Casimiro de Abreu

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!