Casa das rosas

Páginas: 23 (5532 palavras) Publicado: 20 de março de 2013
ECLETISMO NO BRASIL

O Ecletismo chegou ao Brasil da mesma maneira que o Neoclassicismo, como influência cultural direta das poéticas européias. A diferença, é que aqui não havia ainda um processo autóctone de industrialização, sendo os materiais e técnicas, em sua grande maioria, importados, assim como também eram importados os processos culturais. Podemos ainda dizer que a passagem doNeoclassicismo para o Ecletismo é um processo gradual, gerado no interior da “Academia”. Até os anos 1870, ainda podemos ver edifícios rigorosamente neoclássicos. A partir daí, o ecletismo vai aparecer, de maneira quase absoluta, até os anos 1930, deixando pouco espaço para outras manifestações como o Art Nouveau, o Neocolonial e as poéticas pré-modernas do Classicismo Tardio e do Art Déco.
Todos ostipos estilísticos são aqui representados, havendo uma predominância do Barroco francês, que se constata no centro monumental eclético da cidade do Rio de Janeiro – a Praça Marechal Floriano –, e em outros edifícios importantes como o Palácio Tiradentes e o Palácio das Laranjeiras. Além disso, todos os programas – residências, equipamentos públicos como teatros, escolas, bibliotecas, museus equartéis, edifícios comerciais e estações – foram projetados e construídos segundo os princípios ecléticos, principalmente nas grandes metrópoles, onde ainda se conseguiu preservar um grande acervo desta arquitetura.

Palácio das Laranjeiras. Rio de Janeiro. Neobarroco francês
Projeto: Armando da Silva Telles, 1909-12. Imagem <Palácio das Laranjeiras. Governo do Estado do Rio de Janeiro.Banerj /Sobreart: Rio de Janeiro, 1982>
Hoje em dia, não existem mais razões para a atitude preconceituosa do Movimento Moderno, e mesmo este já deve ser colocado em uma perspectiva histórica, juntamente com os edifícios que condenou. Se o modernismo arquitetônico nos trouxe soluções, também cometeu grandes equívocos. Cabe a nós, com a mente aberta, analisar todas as idéias, reter as que nos servem edescartar outras. Mas devemos também aprender com os erros, respeitar os testemunhos do passado, e ensejar que em nossas cidades convivam as diferenças, pois são elas que compõem o nosso acervo cultural.

Fundação Oswaldo Cruz. Arquiteto Luiz Moraes Junior. Rio de Janeiro, c. 1904. Imagem <getussp.org/blog2>
A CRÍTICA AO ECLETISMO
O Movimento Moderno foi muito crítico com relação aoEcletismo, em parte por uma atitude iconoclasta própria das vanguardas, em parte por questões ideológicas e, finalmente, por condenar o suposto superficialismo desta prática. Independente de uma avaliação da correção de seus argumentos, o fato é que a rejeição pura e simples do Ecletismo transformou-se numa posição preconceituosa, que sérios danos causou à historiografia deste movimento. Muito de seusmétodos foram perdidos e muitos edifícios destruídos, em nome de uma suposta “ausência de valor arquitetônico”, uma atitude condenável, sob o ponto de vista do relativismo histórico. A partir dos anos 1960, quando se acentua um maior apreço pelos centros históricos e monumentos, tenta-se recuperar uma crítica mais consciente e fundamentada, fugindo-se da atitude puramente opinativa, para uma outramais comprometida em termos culturais, segunda a qual uma produção não pode ser desligada do contexto que a produziu e julgada segundo critérios alheios a ela.

Palácio Monroe. Rio de Janeiro. Projeto: Mal. Francisco Marcelino de Souza Aguiar, 1904. <Imagem: www.almacarioca.com.br>
Grande parte dessas críticas eram advindas de arquitetos e artistas de orientação política sobretudo marxistaou socialista, como William Morris, Walter Gropius etc. O Ecletismo representava, para esses críticos, o mundo burguês e vitoriano, com seus valores políticos, econômicos e morais condenáveis. A hipocrisia deste mundo estaria representada na disjunção dos sistemas formais arquitetônicos, uma “arquitetura de aparências” representando uma sociedade de aparências.

Estação das Barcas. Rio de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Casas das rosas
  • A Casa das Rosas como atrativo turistico
  • Itamaraty
  • rosa
  • Rosa
  • rosa
  • rosa
  • Rosa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!