Cargos e Salarios

Páginas: 24 (5817 palavras) Publicado: 29 de setembro de 2013
Administração de Cargos, Salários e Benefícios Trabalhistas.










SÃO PAULO
2º SEMESTRE DE 2013
FACULDADE ANHANGUERA EDUCACIONAL



ALESSANDRA PRADO – R.A 4221811545
JULIANA FERREIRA – R.A 4251862493 JULIANASANTOS – R.A 4200056877 LUANA CRISTINA – R.A 4200076908 LUCIENE MONTEIRO – R.A 4200056869MARIANA ALVES – R.A 4247841530 MICHELY ANDRADE – R.A 4220774087ATPS: Administração de Cargos, Salários e Benefícios Trabalhistas.

Trabalho apresentado à disciplina de Técnicas de Administração de Cargos, Salários e Benefícios Trabalhistas do Curso deTecnologia em Gestão de Recursos Humanos/Anhanguera, sob orientação do(a) Professor(a) Reinaldo Queiroz.




SÃO PAULO
2º SEMESTRE DE 2013
RESUMO

Neste trabalho buscamos informações do conceito de motivação e salário, e como realizar a análise e a descrição de um respectivo cargo em uma organização, destacando a importância do profissional de Cargos e Salários numa boa gestão de pessoas, eassim comparando a prática com a teoria estudada na disciplina, e explicando o conhecimento adquirido sobre a matéria em questão.

















SUMÁRIO





1. CAPÍTULO 1 – Salário e Motivação

Neste capítulo iremos abordar sobre a motivação e o salário, se ambos complementam o outro e qual a visão do grupo.

1.1. Salário éfator motivador?

O salário é um fator motivacional momentâneo, ou seja, ele supre as necessidades atuais do colaborador. Em muitos casos ele sempre volta a cobrar um novo aumento de salário, afinal com seu novo padrão de vida ele passa a ter novos gastos e cada vez mais altos, gerando uma nova necessidade de aumento salarial, fazendo com o que ele ganha atualmente um valor baixo, deixando deser o extra e passa a ser o essencial.
A motivação sempre será intrínseca na maioria dos casos, ninguém é capaz de motivar ninguém e isso vale também para o salário. Para a pessoa se motivar ele precisa gostar do ambiente de trabalho e da função em si, não necessariamente o aumento de salário. São poucos os casos em que a motivação extrínseca faz efeito, ela na verdade ajuda o funcionário aencontrar sua motivação.

1.2. Comparação entre Teorias

Abraham Maslow - A Hierarquia das Necessidades

Conhecido pelo desenvolvimento da Teoria da Motivação Humana, divididas em cinco níveis de necessidades que foram ordenadas em uma pirâmide, definidas como o mais básico e reflexivo dos interesses fisiológicos e de sobrevivência.


Na base inferior da pirâmide encontram-se os níveis defisiologia e segurança, onde são caracterizados pelo verbo ter e manter.
No meio da pirâmide está a necessidade de relacionamento, também chamadas de sociais ou de associação.
Já na base superior, estão as necessidades de estima e realização pessoal, na qual são manifestadas por ações que buscam o diferencial as ações serão dirigidas em busca do vencer. Este é o nível das necessidades mais...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cargos e salários
  • Cargos e salários
  • cargos e salarios
  • Cargos e Salarios
  • Cargos e salarios
  • Cargos e Salários
  • Cargos e salarios
  • Cargos e salarios

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!