capitalismo tardio e a sociedade moderna

Páginas: 8 (1868 palavras) Publicado: 14 de outubro de 2014
Capitalismo Tardio e Sociabilidade Moderna

Introdução



1ª Revolução Industrial: 1780-1830 (50 anos)
2ª Revolução Industrial: 1870- 1900 (30 anos)
O que os demais países desenvolvidos fizeram em 80 anos o Brasil teve que fazer em 30 anos; houve grandes transformações em pouquíssimo tempo.
Brasil teve que correr atrás em 50 anos atrás de 150 anos de tecnologia pré-existente.
1890:café tinha chegado no seu ápice do desenvolvimento econômico.
Revolução de 30: Ruptura coma estrutura social vigente do país naquele momento.
Questão Central= modernização capitalista (Como a Revolução de 30 abriu precedentes para a construção da modernidade).


Os novos padrões de consumo
Capítulo 1

Modernização capitalista.
Incorporação dos padrões de consumo da 1ª e 2ª RevoluçãoIndustrial.
Padronização do consumo: difusão de produtos da 2ª Revolução Industrial.
Industrialização de alimentos: perda de qualidade, praticidade, variedade, os produtos se tornam acessíveis as demais camadas sociais (diferenciação pela qualidade dos produtos).
Oferece a diversificação, mas com diferenciação.
Moderniza-se mantendo um padrão de distinção social.
Década de 60 e 70: ápice dessesnovos hábitos de consumo.
Barateamento do vestuário.
Calça jeans: acabou com a distinção de roupa masculina e feminina.

Uma sociedade em movimento
Capítulo 2



Estrutura do campo
- 1º Grandes Latifundiários
- 2º Médios Proprietários
- 3º Pequena propriedade
- 4º Posseiros e demais (30 milhões)

41 milhões de brasileiros
Grande proprietário de terra (15%)
Médios proprietários (sóexistem em função dos grandes )
Vida no campo não tinha qualquer expectativa de vida.
O campo “expulsa” essas pessoas (que estão na base da pirâmide); qualquer coisa seria melhor.
Mulher não é totalmente subjulgada ao marido (mulher precisa trabalhar/ dupla jornada).
Não se estudava porque precisava trabalhar; questão de sobrevivência.
Modernização da agricultura.
Migração acontece por doisfatores: péssimas condições de vida e modernização da agricultura.
O pior local da cidade ainda é melhor que o campo.
Instrução educacional não é pré-requisito para industrialização.
Estado Brasileiro nos anos 30 não tinha capacidade de comandar o processo de industrialização. Tivemos que industrializar e construir o Estado.
No Brasil o Estado comandou o processo político de industrialização eo financiou.
Problema: migração rural urbana.
Cidades: oportunidade de emprego, progresso individual, forma superior de existência.
Campo: péssimas condições de vida.
1950-80: grande crescimento econômico.
Brutal transformação da sociedade.
Urbanização rápida e industrialização acelerada.
Mobilidade ascendente com hierarquia das posições de trabalho.
Dinâmica capitalista trouxe profundasmudanças na sociedade.
Forte migração rural urbana (estrutura no campo era muito precária).
Cidade era a oportunidade de emprego e de melhoria de vida (para empresários e para trabalhadores).

Estrutura Social e Mobilidade
Capítulo 3



Estrutura socioeconômica brasileira dos anos 50
- base da sociedade
- trabalho qualificado
- classe média
- topo da sociedade

Mudança nos padrõesvalorativos da vida.
Dois padrões de valores: mercantis capitalistas e sócio-civilizatórios.
Dois caminhos: tradição e sucesso.
Mudança do padrão valorativo da sociabilidade (“Os valores mercantis já haviam penetrado profundamente no seio da família”).
Prestígio X Valor Mercantil
Ponto de partida do capitalismo é a situação em que o indivíduo esta inserido.
Capital nacional privado erafrágil e incapaz de montar as indústrias.
Plano de Metas (JK): industrialização pesada.
O capitalismo provocou uma verdadeira revolução social, a sociedade foi afetada como um todo e todos seus setores foram modificados.
O empresariado desistiu de comandar o processo de industrialização do país. (“Naqueles anos, do começo dos 50 até o início dos 60, a burguesia brasileira, como salientou Fernando...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Capitalismo tardio e sociabilidade moderna
  • Capitalismo tardio e sociabilidade moderna
  • Capitalismo tardio e sociabilidade moderna
  • Resenha
  • Resenha de capitalismo tardio e sociabilidade moderna
  • Capitalismo tardio e sociabilidade moderna
  • Resenha
  • capitalismo e a sociedade moderna

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!