Bullying e Psicopatologias

Páginas: 5 (1027 palavras) Publicado: 7 de agosto de 2013
1. Bullying e psicopatologias
Os casos de bullying estão frequentemente associados a transtornos psicológicos ou psiquiátricos, que se desenvolvem nos agentes (bullies e vítimas), antes, e de forma a motivar o bullying, ou após, desenvolvendo-se como consequência.
Um estudo na Finlândia, associado ao programa de estudo do governo intitulado “From a Boy to a Man”, se propôs a analisar ascondições psiquiátricas e a prevalência de casos de bullying entre estudantes de 8 anos nas escolas do país, e reavaliá-los 10 anos depois, quanto ao desenvolvimento de psicopatologias. Os estudantes foram submetidos a questionários sobre a ocorrência e frequência de bullying, bem como seus enquadramentos nos casos de bullying (se eram bullies, vítimas ou bully-vítimas).
Prevalência do bullying
Talestudo foi realizado com 2540 crianças. Destas, 85% se declaram não-bullies e não-vítimas; 6% se declararam frequentes bullies; 6% se declararam frequentes vítimas; e 3% se declararam frequentes bully-vítimas.
Os perfis psiquiátricos das crianças foram traçados através de entrevistas com os pais e professores, utilizando questionários para o rastreamento de desvios comportamentais relacionados àconduta, emoções e hiperatividade. Identificou-se forte associação entre as crianças que se declararam fazer parte de eventos de bullying e a evidência de desvios de comportamento.
Psicopatologias associadas
A segunda parte do estudo foi realizada 10 anos após a primeira, e foi instaurada como requisito para o alistamento militar desses jovens (agora com 18 anos). Testes psiquiátricos em busca detranstornos afetivos, de comportamento e de humor foram realizados. Associou-se estatisticamente a apresentação de perfis de distúrbio de comportamento durante a infância (10 anos atrás) com um maior risco de desenvolvimento (ou agravamento) dos transtornos psiquiátricos nos adultos. Além disso, encontrou-se a maior prevalência de algum tipo de transtorno psiquiátrico (30%) em jovens quedeclararam ser frequentemente bully-vítimas quando tinham 8 anos, seguidos pelos frequentemente bullies (17,6%), os frequentemente vítimas (16,6%), e os não-bullies e não-vítimas (8,8%). Os transtornos mais importantemente associados aos casos de bullying foram o Transtorno de Personalidade Antissocial (TPA) e os transtornos de ansiedade, sendo estes mais fortemente ligados aos casos em que o indivíduohavia se declarado bully-vítima.
O TPA é caracterizado por um conjunto de sintomas que representam padrões de comportamentos em indivíduos adultos de violação de regras sociais e direitos de outros indivíduos. Como a irritabilidade e agressividade, representadas por atos frequentes de assaltos físicos; o isolamento social; a falta de senso de autossegurança e segurança de outros; a impulsividade;a dissimulação; a indiferença ou a falta de remorso quando manifestam atitudes agressivas. Esse transtorno geralmente se desenvolve como consequência de grandes frustrações e situações adversas ao longo da ontogênese.
A íntima ligação dos casos de bullying com o desenvolvimento do TPA pode representar um risco para a sociedade, uma vez que casos cada vez mais frequentes envolvendo assassinatosou chacinas em escolas e outros ambientes públicos são associados a indivíduos passíveis de serem diagnosticados com TPA, e quiçá, que participaram de eventos de bullying em algum momento da vida.
Medidas preventivas e tratamentos
Os autores evidenciaram forte associação da apresentação de desvios de comportamento nos testes psiquiátricos durante a infância com o maior risco de desenvolvimentodos transtornos psiquiátricos em jovens-adultos (10 anos depois) que participaram de bullying na infância. A partir disso são sugeridas algumas medidas preventivas e intervenções.
Os autores sugerem avaliação psiquiátrica de todas as crianças envolvidas em casos de bullying na escola, logo após a ocorrência. Para os avaliados que não apresentem desvios de comportamento nos testes psiquiátricos,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • PSICOPATOLOGIA
  • Psicopatologia
  • psicopatologia
  • Psicopatologia
  • Psicopatologia
  • Psicopatologia
  • Psicopatologia
  • Psicopatologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!