Barroco e Arcadismo

Páginas: 11 (2621 palavras) Publicado: 30 de março de 2014
Disciplina – Língua Portuguesa - Literatura
Profas. Laura Reis;Nathaly Caldas

Quinhentismo, Barroco
& Arcadismo

Quinhentismo

Tropicana (Morena Tropicana)
Alceu Valença
Da manga rosa
Quero gosto e o sumo.
Melão maduro, sapoti, juá.
Jaboticaba, teu olhar noturno;
Beijo travoso de umbú cajá.
Pele macia,
Ai! carne de cajú!
Saliva doce, doce mel,
Mel de uruçú.
Linda morena,Fruta de vez temporana,
Caldo de cana caiana,
Vem me desfrutar!
Linda morena,
Fruta de vez temporana,
Caldo de cana caiana,
Vou te desfrutar
Morena Tropicana,
Eu quero teu sabor.
Ai! Ai! Ioiô! Ioiô! (2x)

Quinhentismo
As primeiras manifestações
literárias
brasileiras
não
constituem
uma
escola
literária, são registros de
viajantes e de jesuítas. O
primeiro documento escrito
dahistória do Brasil é a carta
enviada pelo escrivão da
expedição de Pedro Álvares
Cabral, Pero Vaz Caminha
(1450-1500), ao rei de
Portugal com informações
sobre a fauna, a flora e a gente
da nova terra.

Literatura informativa:
Descreve e cataloga a nova
terra e o povo que nela
habitava. Surgiu com a
necessidade de colonizar o
território e teve como
objetivo
apresentar
aoscidadãos da metrópole os
benefícios que desfrutariam
caso resolvessem se mudar
para a América.

Literatura Jesuítica:
Também chamada de literatura de
catequese, teve como objetivo a
conversão dos índios à fé cristã.
Constitui-se de textos escritos por
missionários jesuítas e tem como
expoente máximo Padre José de
Anchieta (1534 -1597) - que
produziu, além de peças de teatro
e poemas, umagramática da
língua tupi.

Caiu assim no vestibular (SSA1-UPE/2011)
AUTO DE SÃO LOURENÇO (Primeiro Ato)
(Cena do martírio de São Lourenço)

Bom Jesus, quando te vejo
Na cruz, por mim flagelado,
Eu por ti vivo e queimado
Mil vezes morrer desejo
Pois teu sangue redentor
Lavou minha culpa humana,
Arda eu, pois, nesta chama
Com fogo do teu amor.
O fogo do forte amor,
Ah, meu Deus!, comque me amas
Mais me consome que as chamas
E brasas, com seu calor.
Pois teu amor, pelo meu,
Tais prodígios consumou,
Que eu, nas brasas onde estou,
Morro de amor pelo teu.
ANCHIETA, José. O auto de São Lourenço. Trad. Walmyr Ayala. Rio de Janeiro: Ediouro. s.d. p. 110.

Considerando a leitura do Primeiro Ato do Auto de São Lourenço,
escrito por José de Anchieta, analise as afirmativasa seguir:
I. São Lourenço tem convicção de que seu sacrifício vale a pena, por ser esse um

forte compromisso religioso, portanto uma prova viva e contundente de amor a
Deus, o que se confirma no verso “Mil vezes morrer desejo”. C
II. O eu lírico demonstra não ter consciência da importância do “Bom Jesus” para
a sua vida e para a vida de seu povo. Isso fica claro nos versos “Eu por ti vivo equeimado/ Mil vezes morrer desejo”. E
III. O Auto de São Lourenço foi escrito por Anchieta, visando à difusão dos
preceitos da religião católica, tendo em vista que uma das principais missões dos
jesuítas no Brasil era a catequese dos povos indígenas brasileiros. C
IV. São Lourenço, quando de seu sacrifício a Deus, demonstra um profundo
sentimento de alegria, objetivando, com isso,impressionar os povos indígenas
brasileiros e ensiná-los como temer as ordens divinas. E
V. Há elementos representativos da linguagem conotativa e, embora esse auto de
Anchieta, de função claramente religiosa, não tenha um esquema de rimas
tradicionais como o soneto, observa-se que nele há um ritmo cadenciado nos
C
versos

Está CORRETO o que se afirma em

A) I, II e III. B) I, III e V. C) II,III e IV. D) II, III e V. E) III, IV e V.

Está CORRETO o que se afirma em

A) I, II e III. B) I, III e V. C) II, III e IV. D) II, III e V. E) III, IV e V.

Barroco

Definição da palavra barroco
A palavra “barroco” tem sua origem controvertida.
Enquanto alguns afirmam que está ligada a um processo
relativo à memória que indicava um silogismo
aristotélico de conclusão falsa, outros...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Barroco e arcadismo
  • barroco e Arcadismo
  • arcadismo e barroco
  • Barroco e arcadismo
  • Barroco e arcadismo
  • Arcadismo e Barroco
  • barroco e arcadismo
  • Barroco e Arcadismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!