Aula de Anamnese Part 2 - Fisioterapia em Neurofuncional

Páginas: 17 (4249 palavras) Publicado: 2 de outubro de 2013
Exame neurológico
Prof. Francisco Lúcio A. Silva


- Sensibilidade
Superficial: tátil, térmica e dolorosa.
Profunda ou proprioceptiva: Cinético-postural / Vibratória (palestésica).

O exame da sensibilidade sempre é subjetivo, pois depende da informação prestada pelo paciente. É necessário perguntar, antes do início do exame se há alguma região que sente anestesia (ausência de qualquertipo de sensibilidade) ou parestesia (sensações de formigamento, queimação ou outra sem estímulos para provocá-las). Em seguida, faz-se os estímulos correspondentes:

Dor: Usar um alfinete que provoca dor, mas não penetra na pele. O examinador testa em si mesmo a força que deve fazer e, depois examina o paciente;

Tátil: Usa-se um algodão seco, gaze ou um pedaço de lenço de papel;

Térmica:Usa-se dois tubos de ensaio cheios, um de água fria (10°C) e outro de água quente (45°C), coloca-se de maneira aleatória os tubos, nos locais a serem testados. Os testes devem ser feitos nas regiões suspeitas, comparando-se a sensibilidade dessas regiões com outras (“normais”).
Também podem-se testar os membros iniciando-se dos dedos até a raiz para detectar algum nível em “luva” ou em “bota” deperda das sensibilidades (indicaria polineuropatia periférica). A seguir, testa-se as circunferências dos membros na altura da mão, antebraço, braço, pé, perna e coxa para detectar alguma faixa de perda das sensibilidades (indicaria comprometimento de raízes sensitivas). A seguir, pesquisa-se a sensibilidade do tronco de um lado e do outro, comparando-se áreas homólogas, ao mesmo tempo vai-secaminhando pelo tronco, cranialmente, até a mandíbula (poderia indicar níveis de alteração das sensibilidades de patologias medulares).

OBS.: Nunca deixar de examinar as regiões, ventral e a dorsal.

Na determinação de nível de sensibilidade, com exatidão, pode-se, entrar e sair, com os estímulos correspondentes, nas áreas afetadas, solicitando-se ao paciente dizer o momento que as sensibilidadesaumentam (quando sai da área afetada) e diminuem (quando entra na área afetada). Esta manobra poderá ser repetida em casos de dúvidas, várias vezes ou em dias subsequentes.
É necessário fazer-se um mapa das alterações da sensibilidade, em um desenho do corpo humano.

OBS.: Disestesia é quando há uma sensação alterada em relação ao estímulo. Ex.: sensação de queimação quando o estímulo édoloroso ou tátil.

Proprioceptiva: pode ser pesquisada através de um diapasão (de 128 ou 258 Hz), colocando-o nas saliências ósseas: dorso do pé, maléolos, tíbia, patela, sínfise púbica, cristas ilíacas, falange dos dedos, esterno, olecrano e clavícula. Neste teste, a sensibilidade pode estar diminuindo ou ausente. Deve-se sempre comparar pontos homólogos, partindo de pontos distais para proximais.Para melhor confiabilidade do exame, coloca-se o diapasão ora parado, ora vibrando, solicitando-se ao paciente que faça esta diferença. Explicar e fazê-lo entender que ele deve perceber a vibração (sensibilidade profunda) e não a sensação de algo frio encostar na pele (sensação térmica e/ou táctil).
Outra forma de testar a sensibilidade proprioceptiva é colocar um dos membros numa determinadaposição estando o paciente de olhos fechados e solicitar para que coloque o membro oposto na mesma posição. Isto será feito, corretamente, se houver integridade da sensibilidade profunda. Uma manobra muito usada é balançar os dedos da mão ou do pé, de preferência o primeiro dedo, pegando-o pelas bordas laterais e parar com o dedo, ora em flexão, ora em extensão e pedir ao paciente identificar estaposição de olhos fechados (o dedo está para cima ou para baixo?)...

- Motricidade
Mão dominante / Marcha: com ou sem apoio / Impossibilidade de andar (abasia) / Observar os movimentos associados / Andar nos calcanhares, na ponta dos pés e de olhos fechados / Corrida / Andar num pé só / Marcha de olhos fechados, indo e voltando três passos sem virar (marcha de Babinski -Weill).

As alterações...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Aula de Anamnese Part 1
  • FISIOTERAPIA NEUROFUNCIONAL
  • 1 E 2 Aula Entrevista E Anamnese
  • Fisioterapia Neurofuncional
  • fisioterapia neurofuncional
  • Fisioterapia neurofuncional
  • Fisioterapia neurofuncional
  • fisioterapia neurofuncional

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!