Atps libras

Páginas: 16 (3814 palavras) Publicado: 1 de maio de 2013
  

UNIVERSIDADE ANHANGUERA POLO DE JUAZEIRO DO NORTE CEARÁ
20/11/2012
CURSO: PEDAGOGIA
DISCIPLINA: LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS ( LIBRAS)
ACADEMICOS
* ADAILDA SEVERO DA SILVA RA: 399030
* LINEUDO DE FRANÇA PEREIRA RA: 401738
* RAIMUNDA LIRA FERREIRARA: 395801
* ROSANGELA ALVES DA SILVA RA: 399031
* WALESKA CABRAL ALVES DA SILVA RA: 402539
PROFESSORA DOUTORA
LILIAN CRISTINE RIBEIRO NASCINENTO

ATIVIDADE PRATICA
RESUMO
Por muito tempo as escolas tem ignorado os alunos surdos e insisti em trabalhar com eles da mesma forma que osouvintes. Os mesmos materiais eram usados, com as mesmas exigências, desconsiderando-se que os alunos surdos apresentam diferenças linguísticas que devem ser valorizadas em seu processo educacional. A inclusão de pessoas com surdez na escola-regular requer dos docentes novas estratégias para que ocorra de fato a aprendizagem. O professor tem a tarefa de ensinar e assim ajudar o aluno a dar umpasso adiante e progredir na construção de seus conhecimentos. Os professores precisam conhecer e usar a língua de sinais, mas deve-se considera que a simples adoção dessa língua não é suficiente para escolariza o aluno com surdez. Os alunos surdos precisam de ambientes de ambientes educacionais estimuladores, que explorem suas capacidades, em todos os sentidos.
PALAVRA-CHAVE: Língua Brasileira deSinais, educação, surdez.

INTRODUÇÃO
Este trabalho é importante para que possamos conhecer, contextualizar historicamente e refletir sobre a surdez nas perspectivas médicas, educacionais e culturais, abrangendo a Língua Brasileira de Sinais ( LIBRAS ).

O Decreto regulamenta a Lei no 10.436, de 24 de abril de 2002, e o art. 18 da Lei no 10.098, de 19 de dezembro de 2000.
          Para osfins deste Decreto, considera-se pessoa surda aquela que, por ter perda auditiva, compreende e interage com o mundo por meio de experiências visuais, manifestando sua cultura principalmente pelo uso da Língua Brasileira de Sinais - Libras.
        Parágrafo único.  Considera-se deficiência auditiva a perda bilateral, parcial ou total, de quarenta e um decibéis (dB) ou mais, aferida por audiogramanas frequências de 500Hz, 1.000Hz, 2.000Hz e 3.000Hz.
DA INCLUSÃO DA LIBRA COMO DISCIPLINA CURRICULAR
          A Libra deve ser inserida como disciplina curricular obrigatória nos cursos de formação de professores para o exercício do magistério, em nível médio e superior, e nos cursos de Fonoaudiologia, de instituições de ensino, públicas e privadas, do sistema federal de ensino e dos sistemasde ensino dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

Todos os cursos de licenciatura, nas diferentes áreas do conhecimento, o curso normal de nível médio, o curso normal superior, o curso de Pedagogia e o curso de Educação Especial são considerados cursos de formação de professores e profissionais da educação para o exercício do magistério.
1° RELATÓRIO PARCIALA TEMÁTICA DA SURDEZ EM SEU ASPECTO MÉDICO, CULTURAL E SOCIAL.
A surdez pode se definir segundo três pontos de vista médico educacional e culturas.
Em termos médicos, a surdez é caracterizada em níveis de ligeiro ao profundo, é também classificada de deficiência auditiva ou hipoacúsia.
A hipoacúsia,mais conhecida como perda auditiva ou surdez, consiste na perda parcial ou total da audição, de caráter passageiro ou definitivo, estacionário ou progressista, unilateral ou bilateral.
Esta condição pode estar presente já ao nascer, ou pode ser ocasionada posteriormente por doenças. Existe diferentes tipos de hipoacúsia, são eles:
* Transmissiva, resulta de problemas de condução do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • atps de libras
  • ATPS Libras
  • Atps libras
  • Atps libras
  • Atps libras
  • Atps de libras
  • ATPS De Libras
  • ATPS libras

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!