Anticorpos e tecnicas laboratoriais imunologicas

Páginas: 13 (3136 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014

ANTICORPOS
Os anticorpos são moléculas produzidas pelo desencadear do mecanismo de defesa imunitária específica, em resposta à presença de um dado antígeno.
Nos órgãos linfoides (baço e gânglios linfáticos) existem vários tipos diferentes de linfócitos B, cada qual reconhecendo um antígeno específico. Quando um tipo de linfócitos B é ativado pelo antígeno para o qual possui receptores, entraem processo de diferenciação, transformando-se em plasmócitos, células que irão originar células de memória (ativas em futuras reinfeções pelo mesmo agente) e em anticorpos, que se libertam nos fluidos circulantes (sangue e linfa), onde viajam até ao local da infeção.
Quimicamente, os anticorpos são glicoproteínas, formadas por quatro cadeias polipeptídicas interligadas entre si - duas cadeiaspesadas (mais longas) e duas cadeias leves (mais curtas) e ainda de uma região constante, região variável e ponte de dissulfeto -, dispondo-se espacialmente em "Y". A sequência de aminoácidos que formam a molécula apresenta uma larga zona comum, constante entre os vários tipos de anticorpos (são locais de interação com outros elementos do sistema imunitário), sendo que apenas a zona dos dois braçossuperiores do "Y" apresenta uma sequência química variável, única para cada anticorpo, já que é complementar de outra de um dado antígeno, conferindo assim especificidade ao anticorpo.
Os anticorpos raramente conduzem diretamente à destruição do agente invasor cujo antígeno reconhecem, atuando antes como marcadores, intensificadores de outras respostas de defesa do organismo. A formação docomplexo antígeno-anticorpo origina um acentuar da resposta inflamatória, intensificando a vasodilatação e a permeabilidade capilar, o que permite uma migração mais fácil das células fagocitárias, que aumentam a sua atividade quando detectam o complexo antígeno-anticorpo. Estas glicoproteínas imunitárias atuam ainda provocando a aglutinação e a precipitação dos antígenos, neutralizam vírus e toxinasbacterianas e provocam a ativação do sistema complemento, cujas proteínas podem provocar o surgimento de poros na membrana de revestimento dos agentes invasores, levando à sua lise e consequente destruição.
Os anticorpos podem ser agrupados em cinco classes principais de imunoglobulinas: IgM, IgG, IgA, IgD, e IgE
A mais abundante na circulação sanguínea é a IgG, constituindo cerca de 75% dasimunoglobulinas presentes no plasma. Serve como modelo para as outras classes. Formada por duas cadeias leves idênticas e duas cadeias pesadas, também idênticas, ligadas por pontes de dissulfeto e forças não-covalentes.
A IgA está presente em pequena quantidade na circulação sanguínea. Encontra-se sob a forma de SIgA, sendo o principal anticorpo encontrado na lágrima, no leite, na saliva, nassecreções nasal e bronquial, na secreção presente no lúmen do intestino delgado, na secreção da próstata e também no líquido que umedece a vagina. É muito resistente às enzimas proteolíticas, deste modo, sendo adaptada para atuar nas secreções sem sofrer inativação pelas enzimas presentes nestas.
A IgM constitui 10% dos anticorpos do plasma sanguíneo, existindo na maior parte das vezes, sob a forma depentâmero (combinação de cinco moléculas). Esta imunoglobulina é a predominante no início das respostas imunitárias. Juntamente com a IgD é a mais encontrada na superfície de linfócitos B, exercendo a função de receptoras, combinando com antígenos específicos. O resultado desta combinação é a proliferação destes linfócitos e sua posterior diferenciação em plasmócitos. A IgM livre no sangue, acirculante, pode ativar o complemento, resultando na lise de bactérias.
A IgE geralmente está na forma de monômero, possui grande afinidade para receptores localizados na membrana de mastócitos e basófilos. Após estas moléculas de imunoglobulinas serem secretadas pelos plasmócitos, elas irão se prender àqueles receptores, praticamente desaparecendo no plasma. A reação alérgica é mediada pela...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • TÉCNICAS IMUNOLOGICAS
  • Técnicas Imunológicas
  • Técnicas Imunológicas
  • Tecnicas Laboratoriais
  • tecnicas laboratoriais
  • trabalho de tecnicas laboratoriais
  • responsabilidade tecnica laboratorial
  • Tecnicas laboratoriais 1

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!