Analise do fungo Paracoccidioides brasilienses

Páginas: 9 (2244 palavras) Publicado: 18 de fevereiro de 2014
Análise proteômica do fungo Paracoccidioides brasiliensis na presença do
candidato a antifúngico Argentilactona
Joyce Villa Verde Bastos, Maristela Pereira
Universidade Federal de Goiás, 74690-903, Brasil
joyce_jvvb@hotmail.com, mani@icb.ufg.br
PALAVRAS CHAVE : P. brasiliensis, Argentilactona, Proteômica, Toxicidade

1.

INTRODUÇÃO
O fungo Paracoccidioides brasiliensis é o agenteetiológico da Paracoccidioidomicose

(PCM),

uma

micose

humana

sistêmica

granulomatosa,

inicialmente

denominada

hifoblastomicose pseudococidióica (LUTZ, 1908). Embora não seja uma moléstia de
notificação compulsória, no Brasil é a nona causa de mortalidade entre as doenças infecciosas
parasitárias constituindo-se um problema de saúde pública (PRADO et al., 2009). Um grandenúmero de trabalhadores rurais foi observado entre os acometidos pela PCM; a maioria
residente em áreas endêmicas, do sexo masculino, entre 30 a 60 anos de idade. (SVIDZINSKI
et al., 1999; VILLAR et al., 2000).
Devido à toxicidade dos antifúngicos existentes para o tratamento de micoses e ao
isolamento de linhagens resistentes, tornam- se cada vez mais necessários estudos em busca
de novasterapias (HAHN et al., 2003). Plantas com propriedades antimicrobianas
representam uma fonte em potencial para a obtenção de compostos antifúngicos (KUHNT et
al., 1995). No entanto, devido à imensa quantidade de espécies a serem exploradas, selecionar
espécies vegetais e investigar o seu potencial farmacológico torna-se difícil. Os riscos
associados ao uso dessas plantas, como por exemplo, atoxicidade, também deve ser avaliada
(AURICCHIO & BACCHI, 2003). Em adição, moléculas-alvo presentes em fungos e
ausentes em humanos têm se tornado prioritário para o desenvolvimento de antifúngicos.
Estudos que de perfis proteômicos fornecem a oportunidade para compreensão da interação
patógeno - hospedeiro e tem trazido importantes contribuições aos mecanismos de patogênese
em vários sistemasbiológicos. O estudo da interação patógeno - hospedeiro revela fatores de
virulência que podem vir a ser alvos específicos para o desenvolvimento de fármacos visando
o tratamento de doenças.

Revisado pela orientadora – Maristela Pereira, orientanda – Joyce Villa Verde Bastos

O gênero Hyptis apresenta cerca de 400 espécies, representando uma importante fonte
de

constituintes

bioativoscom

importantes

propriedades,

tais

como

atividades

antimicrobianas, citotóxicas e inseticidas (OLIVEIRA et al., 2004). Uma grande diversidade
morfológica de plantas desse gênero é encontrada no Cerrado, sendo que suas espécies são
ricas em óleos essenciais e utilizadas popularmente no tratamento de infecções (FÁTIMA et
al., 2004).
Ensaios bio-guiados em patógenos humanoscomo Trypanosoma cruzi, Plasmofium
falciparum, Leishmania amazonensis e Leishmania panamensis, levaram à identificação do
composto argentilactona, isolado a partir do óleo essencial de H. ovalifolia (OLIVEIRA et al.,
2004). Diante de tais evidencias esta molécula, análoga estrutural da incrustoporina, e
encontrada em grande quantidade na espécie H. ovalifolia, é um modelo apropriado para gerarfuturos derivados candidatos a antifúngicos.
Outro composto promissor para o desenho racional de antifúngicos é a
tiossemicarbazida derivada do canfeno. Estudos demonstram que a esse composto apresentou
ótima atividade antifúngica em Trichophyton mentagrophytes, com valores de MIC = 55
µmol L¯¹ e MFC = 110 µmol L¯¹. (YAMAGUCHI et al., 2009).
Este trabalho fornece informações de como P.brasiliensis responde à argentilactona,
propiciando uma idéia da ação desta substancia sobre as proteínas do fungo estudado, além de
resultados preliminares do estudo de toxicidade deste composto e da tiossemicarbazida
derivada do canfeno sobre células humanas normais.
2.



OBJETIVOS
Investigar o mecanismo de ação do produto natural argentilactona sobre o fungo
patogênico humano P....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Análise proteômica da fase leveduriforme do fungo patogênico Paracoccidioides sp durante a privação de...
  • Análise da expressão gênica de potenciais fatores de virulência do fungo Paracoccidioides brasiliensis...
  • Analise e criação de fungos
  • Brasiliense
  • Onicomicoses por fungos emergentes: análise clínica, diagnóstico laboratorial e revisão
  • fungo
  • fungos
  • Fungos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!