Analise do comportamento Behaviorismo Radical analise experimental do comportamento.

Páginas: 19 (4696 palavras) Publicado: 6 de agosto de 2013
Interação em Psicologia, 2002, 6(1), p. 13-18

1

Análise do comportamento: behaviorismo radical, análise experimental
do comportamento e análise aplicada do comportamento1
Marcus Bentes de Carvalho Neto
Universidade Federal do Pará

Resumo
Há diversas práticas culturais envolvidas no que se convencionou chamar de “Psicologia
Comportamental” ou simplesmente de “Behaviorismo”. Opresente trabalho desenvolve o argumento
de Tourinho (1999), em favor de uma classificação onde a Análise do Comportamento seria a área
mais ampla da prática behaviorista, contendo três subáreas interligadas: o Behaviorismo Radical (uma
filosofia), a Análise Experimental do Comportamento (uma ciência básica) e a Análise Aplicada do
Comportamento (uma ciência aplicada e uma tecnologia). Descreve-seo que definiria cada uma das
subáreas e como elas estariam irremediavelmente relacionadas.
Palavras-chave: behaviorismo; análise do comportamento; psicologia comportamental.

Abstract
Behavior analysis: radical behaviorism, experimental analysis of behavior and applied behavior
analysis
There are many cultural practices related to generic terms such as “behavioral psychology” or simply“behaviorism”. This paper develops Tourinho’s (1999) argument towards a classification where
behavior analysis is the large area of behaviorist practice, that comprises three linked sub-areas:
radical behaviorism (a philosophy), experimental analysis of behavior (a basic science) and applied
behavior analysis (an applied science and a technology). This paper describes these sub-areas and how
theyare irremediably related.
Keywords: behaviorism; behavior analysis; behavioral psychology.

Parte I: A Fundação Oficial do Behaviorismo
A Psicologia tradicionalmente tem sido descrita
como uma ciência da mente, especialmente do que se
convencionou chamar de “mente humana”. No final
do século 19 e início do século 20, a Psicologia
Acadêmica predominante era a Introspectiva, na qual
osmétodos e instrumentos da Fisiologia foram
adaptados a alguns dos problemas tradicionais da
Filosofia, especialmente em relação à origem do
conhecimento humano e à gênese e composição das
sensações e percepções sobre o mundo. Wundt e
posteriormente Titchener eram seus principais
expoentes. Em uma situação controlada de
laboratório, os pesquisadores examinavam, através do
relato verbal dossujeitos humanos, qual a estrutura e
o modo de interação dos processos conscientes,
legítimos objetos de estudo de uma ciência
psicológica na época.
Em 1913, J. B. Watson (Watson, 1913/1965)2
publica um artigo agora clássico “Psychology As The
Behaviorist Views It” (“A Psicologia Como o
Behaviorista a Vê”), conhecido hoje como uma
espécie de “manifesto behaviorista”, no qual
explicitamenteanuncia o rompimento com a forma de
fazer Psicologia até então estabelecida. Divergia em
relação ao objeto a ser adotado (substituindo a

“consciência”
pelo
“comportamento
dos
organismos”), ao método adequado para levar o
empreendimento
adiante
(abandonava
a
“introspecção” e adotava a experimentação com
processos interativos diretamente observáveis entre
um organismo e seuambiente, especialmente os
envolvidos na aprendizagem), aos objetivos dessa
ciência (que ganhava, então, fortes contornos
pragmáticos e partia em busca de um “conhecimento
útil”, uma tecnologia psicológica, voltada para a
previsão e o controle do comportamento), e,
obviamente, dos pressupostos sobre o que seria
ciência e qual a natureza dos eventos psicológicos (o
dualismo, o imaterialismo,mesmo que implícito, da
mente era substituído por uma concepção naturalista,
monista
materialista/fisicalista,
objetivista
e
evolucionista dos eventos psicológicos legítimos, os
comportamentais). Watson chamou essa nova
Psicologia de “Behaviorismo” (Para maiores detalhes,
ver Marx e Hillix, 1963/1993; Broadbent, 1960/1972;
Heidbreder, 1933/1975).
Sob o rótulo de “Behaviorismo”, Watson...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Análise do comportamento: behaviorismo radical, análise experimental do comportamento e análise aplicada do comportamento
  • Análise do Comportamento: Behaviorismo Radical, Análise Experimental e Análise Aplicada
  • Fichamento do artigo: "Análise do Comportamento: Behaviorismo Radical, Análise Experimental do Comportamento e Análise Aplicada...
  • Análise experimental do comportamento
  • Relatório de análise experimental do comportamento
  • Análise experimental do comportamento
  • A analise experimental do comportamento
  • RELATORIO ANALISE EXPERIMENTAL DO COMPORTAMENTO

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!