344 2996 1 PB 1

Páginas: 11 (2699 palavras) Publicado: 23 de abril de 2015
Ciências & Cognição 2010; Vol 15 (2): 242-246
Submetido em 30/05/2010

|

Aceito em 27/07/2010

|

ISSN 1806-5821

© Ciências & Cognição


Publicado on line

em 15

de agosto de 2010

Resenha

Manual de linguística
Manual of linguistics
Bruna Rodrigues do Amaral

e Danielle Gonçalves da Silva

Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais,Brasil
Resenha de Martelotta, M.E. (org.). (2008). Manual de
Linguística. 1a Ed., 1ª reimpressão. São Paulo: Contexto.
Existem diversas formas de se pensar e compreender o
fenômeno linguístico e é por essa razão que a Linguística
constitui-se em uma área de estudo extremamente rica e
complexa. Consciente dos percalços enfrentados pelos iniciantes
dos estudos da linguagem, Mário Eduardo Martellotaorganizou
o Manual de Lingüística, que apresenta aos estudantes de letras
conceitos básicos da Linguística e de suas principais correntes
teóricas, enfocando a relevância dessa disciplina que, não deve
ser considerada apenas como uma teoria para discutir questões
relativas à linguagem, mas como uma ciência com objeto de
estudo e métodos de pesquisa próprios.
O livro divide-se em três seções. Naprimeira, são apresentados conceitos básicos
acerca da linguagem e da linguística, necessários à compreensão de estudos posteriores dentro
dessa área de conhecimento. Na segunda, discutem-se as principais vertentes de estudos da
Linguística, trazendo, ainda, em cada capítulo, uma breve contextualização da corrente teórica
a ser abordada, como lugar e época de surgimento. Por fim, na última seção,abre-se o debate
a futuras questões de pesquisa que possam surgir no percurso acadêmico do estudante ou,
mais amplamente, que possam ter aplicações em termos de ensino.
Linguística e linguagem
Em Linguística, primeiro capítulo do livro, há uma exposição geral sobre o que vem a
ser a Linguística a partir da apresentação de conceitos fundamentais à compreensão dessa
disciplina. Aborda-se, por exemplo,a noção de linguagem que, embora seja comumente
tomada como qualquer processo de comunicação, é entendida pelos linguistas como uma
habilidade ou como uma capacidade própria dos seres humanos de se comunicar por meio de
línguas. Para elucidar o fato da linguística apresentar diferentes escolas teóricas que
compreendem o fenômeno da linguagem de maneiras distintas, os autores do capítuloapresentam um conjunto de características relacionadas à capacidade da linguagem humana,
tais como: uma técnica articulatória complexa; uma base neurobiológica composta de centros
nervosos que são utilizados na comunicação verbal; uma base cognitiva que rege as relações
- E-mail para correspondência: brunaramaral@gmail.com.

242

Ciências & Cognição 2010; Vol 15 (2): 242-246
Submetido em 30/05/2010

|

Aceito em 27/07/2010

|

ISSN 1806-5821

© Ciências & Cognição


Publicado on line

em 15

de agosto de 2010

entre o homem e o mundo biossocial; uma base sociocultural que atribui à linguagem humana
os aspectos variáveis que ela apresenta no tempo e no espaço; uma base comunicativa que
fornece os dados que regulamentam a interação entre os falantes.
No capítuloFunções de linguagem, Mário Eduardo Martelotta aponta o quão difícil é
determinar essas funções assumidas pela linguagem, uma vez que a aplicação das mesmas
ocorre de forma distinta em diferentes situações da vida social. Dessa forma, o autor opta por
analisar o tema sob a perspectiva da proposta de Roman Jakobson. Nessa abordagem,
apresentam-se as tradicionais funções da linguagem, a saber, aemotiva, a referencial, a
conativa, a fática, a metalinguística e a poética, ressaltando-se que, para compreendê-las, é
preciso levar em conta os elementos constitutivos do ato de comunicação como o contexto
apreensível pelo destinatário, um código que seja conhecido pelo remetente e pelo
destinatário, um contato ou canal físico e uma conexão psicológica entre remetente e
destinatário que permita a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • 221 344 1 PB
  • 115 344 1 PB
  • 11 54 1 PB 1
  • 1580 5487 1 PB 1
  • 650 2173 1 PB 1
  • 1203 2010 1 PB 1
  • 329 1228 1 PB 1
  • 2747 8169 1 PB 1

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!