1. O Conceito entre Documento e Monumento

Páginas: 5 (1051 palavras) Publicado: 11 de julho de 2013
1. O Conceito entre Documento e Monumento.

LE GOFF, Jacques.,1924- Historia e memória/ Jacques Le Goff; Tradução Bernardo Leitão, ...{et al.} 3. ed.-- Campinas, SP: UNICAMP, 1994. p. 535-549.

A memória coletiva e a sua forma científica, a história, aplicam-se a dois tipos de materiais: os documentos e os monumentos. (LE GOFF, 2003. P.535)

(...) os monumentos, herança do passado, eos documentos, escolha do historiador. (LE GOFF, 2003. P.535)

O monumento é tudo aquilo que pode evocar o passado, perpetuar a recordação, por exemplo, os atos escritos. (...) uma obra comemorativa de arquitetura ou de escultura: arco de triunfo, coluna, troféu, pórtico etc.; um monumento funerário destinado a perpetuar a recordação de uma pessoa no domínio em que a memória é particu¬larmentevalorizada: a morte. (LE GOFF, 2003. P.535)

O monumento tem como características, o ligar-se ao poder de perpetuação, voluntária ou involuntária, das sociedades históricas. (LE GOFF, 2003. P.536)

No final do século XIX, Fustel de Coulanges pode ser tomado como um testemunho válido de como documento e monumento se transformou para os historiadores. (LE GOFF, 2003. P.536)

[...]. A sua únicahabilidade (do historiador) consiste em tirar dos docu¬mentos tudo o que eles contêm e em não lhes acrescentar nada do que eles não contêm. O melhor historiador é aquele que se mantém o mais próximo possível dos textos.
(LE GOFF, 2003. P.536)

Pode-se, estão, falar de um triunfo do documento sobre o monumento. Lento triunfo. Quando, no final do século XVII, Don Jean Mabillon publica o seu Dete diplomática, fundamento da história “cientifica” que vai permitir a utilização critica do documento e de certa maneira criá-lo, trata-se apenas ainda de monumento. (LE GOFF, 2003. P.537)

[...] “A história e o direito publico de uma nação são apoiados por monumentos” [Collection Moreau, n° 309, fol.102].

2. A revolução documental.

2.1 Caminhos para uma história Descontínua.
[...] Todo ohistoriador que trate de historiografia ou do mister de historiador recordara que é indispensável o recurso do documento. (LE GOFF, 2003. P.539)
“Não a noticias históricas sem documentos”, e precisava, “Pois se dos fatos históricos não foram registrados documentos, ou gravados ou escritos aqueles fatos perderam-se. (LE GOFF, 2003. P.539)
“A historia faz-se com documentos escritos, sem duvida.Quando estes existem. Mais pode fazer-se sem documentos escritos, quando não existem. (LE GOFF, 2003. P.540)
Toda uma parte, e sem dúvida mais apaixonante de nosso trabalho de historiadores, não consistirá num esforço constante para fazer falar as coisas mudas, para fazê-las dizer o que elas por si próprias não dizes sobre homens sobre as sociedades [...] (LE GOFF, 2003. P.540)
“Seria uma grandeilusão imaginar que a cada problema histórico corresponde um tipo único de documentos, especializados para esse uso... Que historiador das religiões se contentaria em consultar os tratados de teologia ou as recolhas de hinos? Ele sabe bem que sobre as crenças e as sensibilidades mortas, as imagens pintadas ou esculpidas nas paredes dos santuários, a disposição e o mobiliário das tumbas, têm pelomenos tanto lhe dizer quanto muitos escritos” (LE GOFF, 2003. P.540)
Esta revolução é, ao mesmo tempo quantitativa e qualitativa. O interesse da memória coletiva e da historia já não se cristaliza exclusivamente sobre os grandes homens, os acontecimentos, a história que avança depressa, a história política diplomática, militar. Interessa-se por todos os homens, suscita uma nova hierarquia mais oumenos implícita dos documentos. (LE GOFF, 2003. P.541)
Mas esta dilatação da memória teria, certamente, ficado no estado de intenção, de êxito individual de qualquer historiador que reunisse capacidade de trabalho e espírito inovador no interior do tratamento artesanal tradicional do documento, se quase ao meso tempo não se tivesse produzido uma revolução tecnológica, a do computador. (LE...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Documento/Monumento
  • Documento/monumento
  • Documento Monumento
  • Documento/monumento
  • Fichamento Documento/Monumento
  • Fichamento do texto Documento/Monumento
  • Fichamento do texto Documento/Monumento
  • Fichamento do texto Documento e Monumento

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!