• Contextualização do livro "o velho e o mar"
    Obra e autor Ganhador do prémio Nobel pelo livro '' O Velho e o Mar'', Ernest Hemingway nasceu em 1899, em Oak Park, Illinois (EUA). Foi parte da comunidade de escritores expatriados em Paris conhecidos como ''a geração perdida''. A maioria dos seus romances são de experiências vividas por
    498 Palavras 2 Páginas
  • Velho e o ônibus
    Velho e o ônibus. Meio dia, as badaladas do relógio da igreja já começam a tocar. Sentada no ponto do ônibus quase dormindo assustei-me com a batida do relógio. Um senhor já de idade senta-se ao meu lado, parecia um mendigo cheirando a vinho estragado. Já estava com dor de cabeça com aque
    254 Palavras 2 Páginas
  • Competências gerenciais de enfermeiras: um novo velho desafio?
    Competências gerenciais de enfermeiras: um novo velho desafio? A questão das competências Competência tem significados distintos, tanto ligados às tarefas e aos seus resultados, como às características das pessoas. Competência tem sido definida como um “saber agir responsável e reco
    343 Palavras 2 Páginas
  • Notícias do velho chico
    Notícias do Velho Chico: Jornalismo com Excelência[1] Helen Caroline Sampaio dos Santos[2] Luciano Gonçalves Ribeiro[3] Patrícia Silva Sousa Pinheiro[4] Raianne Guimarães Evangelista[5] Taiane Laura Silva Sandes Souza[6] Fabíola Moura Reis Santos [7] Universidade do Estado da Bahia, Jua
    2354 Palavras 10 Páginas
  • Feliz ano velho
    FELIZ ANO VELHO Marcelo Rubens Paiva Marcelo e alguns amigos foram aproveitar o calor, o sol, em uma cachoeira.Grita alegre que iria procurar um tesouro e pula estilo Tio Patinhas quando pula na sua piscina de moedas.Local raso e ele bate a cabeça no fundo ficando por algum tempo ouvindo um zumb
    571 Palavras 3 Páginas
  • Resumo velho e o mar
    Ficha de Leitura: Nome do Autor: Ernest Hemingway Título da Obra: O Velho e o Mar Editora: Editora Livros do Brasil Local e Data: Lisboa, Dezembro de 2006 Informações sobre o Autor: Ernest Miller Hemingway nasceu em Oak Park, EUA a 21 de Julho de 1899. Trabalhou como correspondente durant
    473 Palavras 2 Páginas
  • Histórico do bairro poti velho
    Poti Velho (Poty Velho) HISTÓRICO Quando do processo de ocupação do Piauí pelos Portugueses, diversos bandeirantes entraram no território que futuramente seria o nosso estado, dentre eles o bandeirante Paulista Domingos Jorge Velho. O caminho feito por Jorge Velho em território Piauiense
    642 Palavras 3 Páginas
  • Terceira idade - analisando o uso da música como ferramenta na construção do novo velho
    UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS CURSO: BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL Autor(a): Denise Angela Bacelar Soares UNIVERSIDADE SALVADOR – UNIFACS CURSO: BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL Autor(a): Denise Angela Bacelar Soares TERCEIRA IDADE Analisando o uso da Música como Ferramenta na C
    4205 Palavras 17 Páginas
  • Velho do restelo
    Episódio: O Velho do Restelo 94- . . . . . . . Mas um velho, de aspecto venerando, que ficava nas praias, entre a gente, postos em nós os olhos, meneando três vezes a cabeça, descontente, a voz pesada um pouco alevantando, que nós no mar ouvimos claramente, Cum saber só de...
    1351 Palavras 6 Páginas
  • viagem do velho para o novo mundo
    A GRANDE LAVOURA AÇUCAREIRA: DO VELHO PARA O NOVO MUNDO O autor fala no primeiro capitulo de seu livro, “Segredos Internos: Engenhos e escravos na sociedade colonial -1550-1835” ,que as origens das economias coloniais da america estao intrinsecamente ligadas com a manufatura do açucar da...
    2251 Palavras 10 Páginas
  • Analise Velho da Horta
    O VELHO DA HORTA - Gil Vicente Análise da obra Em O Velho da Horta, de 1512, Gil Vicente revela perfeito domínio do diálogo e grande poder de lidar com personagens e ações que se aproximam da comicidade. Utiliza pouco aparato cênico, colocando toda a ação em um mesmo cenário (a horta) e...
    847 Palavras 4 Páginas
  • A dama do velho chico
    O livro trata da paixão que Daura, uma jovem de quinze anos, desperta em três homens – o irmão Missinho, o tio Vilino e um vaqueiro chamado Agenor. Os conflitos começam durante a viagem que o pai da menina resolve fazer com a família até Bom Jesus da Lapa, em romaria, para tentar levar chuva...
    497 Palavras 2 Páginas
  • Morro velho
    Em pesquisas recentes sobre o patrimônio, percebi a necessidade de uma ênfase maior na preservação de tudo aquilo que possa expressar um valor histórico, estético, arqueológico, científico, etnológico ou antropológico. A palavra patrimônio vem do latim patimonium, onde significa “herança;...
    576 Palavras 3 Páginas
  • PROJETO: Jornal em sala de aula: Pesquisa, leitura e elaboração de jornais por alunos dos sétimos anos do COLÉGIO CLASSE A, em Porto Velho – RO.
    PROJETO: Jornal em sala de aula: Pesquisa, leitura e elaboração de jornais por alunos dos sétimos anos do COLÉGIO CLASSE A, em Porto Velho – RO. Maria Rita Rodrigues Professora da escola CLASSE A, rede pública, Municipal de Porto Velho (SEMED) e tutoria na UNIR( Universidade Federal do...
    889 Palavras 4 Páginas
  • Cada velho que morre e uma biblioteca que queima
    “Cada velho que morre é uma biblioteca que queima.” (Tierno Bokar) Como o pais é pobre em bibliotecas, livros arquivos e etc. Eles resgatam muito dos acontecimentos nos anciãos,então a cada um que morre,morre junto com ele a preciosa parte da historia do pais. Nesses lugares mais atrasados...
    291 Palavras 2 Páginas
  • O mistério do velho casarão
    TRABALHANDO COM O TEXTO 1. Pinte as letras que formam o título da história. A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z 2. Quantas palavras formam o título? _______________ 3. Observando o título, complete a tabela. O MISTÉRIO DO VELHO...
    263 Palavras 2 Páginas
  • resenha Gilberto Velho
    Um investigador da sociedade deverá ter objetividade em seu trabalho, olhando com imparcialidade os retratos da vida, para não envolver-se sentimentalmente, para que não haja deformação em seu julgamento. Mas, não é isso, que Gilberto Velho aborda em seu material de estudo e pesquisa...
    871 Palavras 4 Páginas
  • O Velho da Horta, de Gil Vicente
    O Velho da Horta, de Gil Vicente Fonte: VICENTE, Gil. O Velho da Horta, 16. ed., Sao Paulo: Brasiliense, 1985. Texto proveniente de: A Biblioteca Virtual do Estudante Brasileiro A Escola do Futuro da Universidade de São Paulo Permitido o uso apenas para fins educacionais. Texto-base...
    3947 Palavras 16 Páginas
  • Oleiros e Ceramistas do Poti Velho, PI: Um Estudo Etnoarqueológico
    Oleiros e Ceramistas do Poti Velho, PI: Um Estudo Etnoarqueológico por Andréa Lourdes Monteiro Scabello Sobre a autora[1] La etnoarqueologia supone acercarnos a la diferencia: acender a la experiência del Outro.Y esto es deliberadamente ambíguo, pues se trata de experiementar lo...
    4582 Palavras 19 Páginas
  • tenha idade, mais não seja velho!
    TENHA IDADE, MAS NÃO SEJA VELHO! Poupe um pouco para sempre ser independente financeiramente. Não precisa ser muito, não comprometa o prazer que o dinheiro pode lhe dar em razão de um tempo maior de velhice, que pode até não acontecer, se você morrer breve. Além...
    721 Palavras 3 Páginas