O trabalho de enfermagem no contexto hospitalar: sob a ótica da ergonomia.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1562 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Trabalho de enfermagem no contexto hospitalar: sob a ótica da ergonomia.
The work of nursing in the hospital setting: from the standpoint of ergonomics
Jacilene de Souza Mota*
Juliane Rodrigues de Melo*
Maria Alice Prieto Peres Reis*
Suzane Silva Rufino*
Vera Lúcia Nogueira Araujo**

Resumo: Com o objetivo de caracterizar a situação do trabalho de enfermagem no contexto hospitalar,visando à reflexão sobre a aplicação da Ergonomia como instrumento metodológico de apoio à melhoria das condições laborais dos trabalhadores.

Palavras-chave: Enfermagem. Trabalho. Saúde. Ergonomia

Abstract: In order to characterize the situation of nursing in the hospital, aiming to reflect on the application of ergonomics as a methodological tool to support the improvement of workingconditions of workers.

Keywords: Nursing. Labor. Health Ergonomics

1 – Introdução
As condições de trabalho oferecidas pelos hospitais, as peculiaridades das tarefas de enfermagem, as dificuldades do setor saúde, a carência de recursos humanos e materiais e a constante preocupação com o processo de atualização objetivando acompanhar os avanços técnico-científico são fatores que contextualizam asituação de trabalho dos trabalhadores de enfermagem.
Segundo AGUDELO o trabalho de enfermagem caracteriza-se por uma série de atividades e tarefas descontínuas, envolve múltiplos graus de responsabilidade e complexidade segundo a relação e o tipo de função exercida, acrescido da carga advinda do convívio com a morte, a dor e o sofrimento humano. (AGUDELO, 1995)
O hospital é considerado umambiente de risco por abrigar uma série de agentes que podem ser nocivos quando não controlados. Dentre os fatores de riscos do trabalho da enfermagem nos hospitais evidenciam-se: riscos físicos (inadequação de iluminação, temperatura e ruídos); riscos químicos (medicamentos, desinfetantes esterilizantes e gases anestésicos); riscos biológicos (vírus bactérias, fungos); risco psíquico (excesso detrabalho, relacionamento humano difícil); risco social (agressões físicas e/ou verbais) e riscos ergonômicos (esquema de trabalho em turnos, carga física e mental, mobiliários inadequados).
As lesões do sistema músculo-esquelético, particularmente as algias vertebrais, são internacionalmente reconhecidas como um risco ocupacional entre os trabalhadores de enfermagem. Inúmeros trabalhos procuraminvestigar os fatores pessoais e de trabalho relacionados com a ocorrência de dores nas costas entre o pessoal de enfermagem. (AARAS, A. et al., 1988)
Quanto aos fatores de risco relacionados especificamente com as atividades profissionais, os mais citados são o transporte e movimentação de pacientes, manutenção de posturas inadequadas e estáticas, movimentos freqüentes de flexão e torção da colunavertebral e, os fatores ergonômicos inadequados de mobiliários e equipamentos utilizados nas atividades cotidianas da enfermagem. Dessa forma, pesquisadores e organizações internacionais começam a voltar seu interesse para estudos que envolvem o sistema de cuidado à saúde dentro de uma estrutura ergonômica, o que abrange a interação entre o equipamento, as atividades, o ambiente e o própriopessoal.
A ergonomia é o estudo científico da relação entre o homem e seu ambiente de trabalho. Nesse sentido, o termo ambiente abrange não apenas o meio propriamente dito em que o homem trabalha, mas também os instrumentos, os métodos e a organização deste trabalho. Em relação a tudo isto está ainda à natureza do próprio homem, o que inclui suas habilidades e capacidades psicofisiológicas,antropométricas e biomecânicas. Segundo SLUCHAK, a ergonomia focaliza um sistema formado por um complexo relacionamento de componentes que interagem entre si. O centro desse sistema é o homem (educação, motivação, dados antropométricos) sendo imediatamente influenciado pela tarefa (análise da postura, vibração, aplicação de forças, repetição, ritmo e métodos de trabalho, movimentos de flexão e torção);...
tracking img