O setor externo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4360 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIC – UNIVERSIDADE DE CUIABA
FACULDADE DE SERVIÇO SOCIAL

ANA PAULA LIMA VERDE
ANA PAULA RODRIGUES DOLIREO
JOSE VITOR BELEM
IOZENIR
TEMIS BEATRIZ MARTINS

Setor Externo

Cuiabá-Mt
2011/2

UNIC – UNIVERSIDADE DE CUIABA
FACULDADE DE SERVIÇO SOCIAL

ANA PAULA LIMA VERDE
ANA PAULA RODRIGUES DOLIREO
JOSE VITOR BELEMIOZENIR
TEMIS BEATRIZ MARTINS

Setor Externo

Trabalho apresentado à disciplina de
Economia Política como requisito de
Avaliação Parcial sob orientação da Profº.
Levi – Cursos de Serviço Social da Universidade de Cuiabá.

Cuiabá-Mt
2011/2
OSetor Externo
A economia internacional esta interligado nos fluxos comerciais e financeiros nos aspectos microeconômicos e econômicos. Os países em principio esta se especializando em determinado produção da mercadoria com a finalidade menor custo para atingir o mercado globalizado. No principio das vantagens comparativas os países estão se especializando num perfil de produção com customenor, exportando-os com vantagens nos demais países exportadores.
Com a globalização ficou mais fácil para todos os países no mundo comercial, através do intercâmbio dos países. Com essas relações econômicas internacionais, cada país procura suprir sua necessidade e benefícios através do comercio. Com a relação comercial, cada país terá oportunidade de expor seus produtos na comercializaçãoentre si. Isto traz o principio que todos os pais deva se especializar em determinada produção de algum produto, com menor custo, diferenciado de outros países, com objetivo de exportar para outros países, com garantia da venda e da lucratividade. Em contra partida, esse mesmo país, passara importar bens de outros países. Desse modo, cadê pais se especializando no mercado econômico internacional comprodutos diferentes, buscando sua garantia na sobrevivência no mundo comercial, por isso é chamado de teoria das vantagens comparativas.
Taxa de cambio e inflação
Vimos que a cotação do dólar, ou de qualquer moeda internacional, afeta os preços dos produtos importados e as decisões de consumo das pessoas. Vimos que quando nossa moeda, o Real está fraco em relação ao Dólar, ou seja, quandoo Real compra poucos dólares, dizemos que o Câmbio está Depreciado. Do contrário, quando o Real pode comprar mais dólares, usamos o termo Câmbio Apreciado. Vamos tentar explicar como essas situações ocorrem.
• Câmbio Depreciado: ocorre quando há menos dólares na economia do que numa situação de equilíbrio. O Ponto de Equilíbrio se move ao longo do tempo, então não é possível determinar um pontofixo para a economia de qualquer país. As moedas internacionais seguem a Lei de Oferta e Demanda, ou o raciocínio de que "tudo que é raro, é caro". Assim, quando a quantidade de dólares numa economia é menor do que a quantidade de equilíbrio seu preço sobe. Assim, o Real compra menos dólares. Com o dólar mais caro, os produtos importados também se encarecem.  Como conseqüência, a oferta deprodutos diminui. De forma geral isso leva a inflação a um patamar mais alto, pois os preços se elevam.
• Câmbio Apreciado: ocorre quando há mais dólares na economia do que numa situação de equilíbrio. De acordo com a Lei de Oferta e Demanda, nesse caso, o preço do dólar cai, e o Real consegue comprar mais dólares. Os produtos importados se tornam mais baratos, e a oferta de produtos aumenta de formageral. Assim, os preços caem e a inflação diminui. Ou, em alguns tipos de análise, ocorre Deflação (redução dos preços de um período de tempo a outro).
Além disso, essas variações da Taxa de Câmbio e suas implicações sobre a Inflação afetam também as decisões de investimento dos agentes. Isso porque existem tipos de aplicações vinculadas às variações desses dois indicadores.
Valorização...
tracking img