O papel do marketing

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3782 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Objetivos de Marketing

Anunciar e promover nosso produto da melhor forma, identificando as melhores oportunidades de negócio para nossa empresa e esquematizar como penetrar nossos produtos no mercado, e assim conquistar e manter uma posição em mercado selecionado.
Identificar as ambições interna e externa da empresa, analisando as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, e a partir doresultado efetuar mudanças para a melhoria da colocação do nossos produtos no mercado.
Tudo será baseado em avaliações constantes que tem como finalidade saber se de fato todas as propostas e projetos estão coerentes com a realidade atual do mercado.

O Papel do Marketing
Por Daniel Portillo Serrano
08/09/2002
Apesar da existência de tantos estudos e teorias sobre Marketing, amplamentetestadas e aprovadas, as empresas acabam se esquecendo de utilizar técnicas que possam reforçar a convicção ou desejo de uma pessoa de comprar determinado produto.
Infelizmente, o que mais se ouve nas empresas brasileiras são aspectos relacionados a lucro e margem. Muitas áreas de Marketing são relegadas ao plano de simplesmente prever números de venda e mercado e deixando as verdadeirasresponsabilidades de convencimento ao consumidor aos vendedores brilhantes da empresas, que muitas vezes utilizam como armas de vendas uma lista de preços e um mostruário.
Psicologia e Marketing deveriam se dar as mãos para fazer o que realmente deve ser feito. Se não conseguir convencer o consumidor que o produto que estamos oferecendo é o melhor para ele, então passar a estudar o consumidor para saber oque realmente ele quer e só então passar a produzir, comercializar e anunciar o produto certo.
De acordo com Veiga Neto[1], muitas universidades norte-americanas vêm oferecendo programas de doutoramento em Psicologia do Consumidor, sendo o campo de contribuição desses profissionais muito amplo.
Segundo ele, um dos fatores que estariam colocando o Brasil em uma posição de atraso nessa área dapsicologia seria devido, basicamente, à pouca flexibilidade dos currículos e ao desconhecimento dos recentes avanços no campo de atuação da psicologia, como a Psicologia do Consumidor, ou mesmo a Psicologia econômica, não obstante a importância destas nas áreas de consumo, bem estar e qualidade de vida.
Outra linha tradicional de contribuição em estudos de psicologia do consumidor tem a ver com ostrabalhos da escola gestaltista, que ainda é utilizada por profissionais de publicidade e marketing, para, através da organização, categorização e inferências, traçarem suas estratégias de marketing, tais como decisões de produto, localização, preço e propaganda (Palmer, 1984; Mowen, 1987). Acham-se, no entanto, ausentes nessa literatura muitos dos mais significativos desenvolvimentos doconhecimento psicológico nas últimas décadas, que se inserem numa visão contemporânea da psicologia.
Do ponto de vista ético[2], nem sempre os conhecimentos sobre o comportamento do consumidor são utilizados pelos que deles se valem com uma clara consciência do seu alcance, limitações, problemas de natureza ética e senso de responsabilidade social. Há até casos extremos em que empresas parecem não levar emconta que o lançamento de um novo produto pode ser seguido de sentimentos de decepção, frustração e incapacidade nas pessoas. Parte do problema parece originar-se de uma hipertrofia da necessidade de vender a todo custo, não importa o quê, numa versão perversa da noção segundo a qual o que importa é como se podem utilizar determinados comportamentos psicológicos para aumentar as vendas, pois"posicionar um produto significa associá-lo a uma série de atributos (qualidade, vantagens, forma de uso, apresentação, preço, imagem publicitária) que façam com que os consumidores percebam esse produto como o mais indicado para atender às suas necessidades" (Gracioso, 1990; p.91)
Levitt (1986) afirma que a "imaginação de marketing" distingue-se das outras formas de imaginação pela capacidade...
tracking img