O outro lado de orgulho e preconceito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 431 (107747 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O OUTRO LADO DE ORGULHO E PRECONCEITO

Texto original: http://www.pemberley.com/derby/leareth3.ospp1.html Autora: Leareth Traduzido por: Teca Rearranjo: amandikaloka http://amandikaloka.4shared.com http://www.esnips.com/user/amandikaloka-amandikaloka

CAPÍTULO 1 Correndo em seus cavalos pelo campo, o sr. Bingley e o sr. Darcy pararam ao avistar Netherfield Park. – É uma bela vista – disseBingley ao seu amigo – embora não se compare a Pemberley, eu sei. Mas eu tenho que me estabelecer em algum lugar. Darcy olhou para a Mansão e analisou. Comparada à sua própria residência em Pemberley, era um pouco insípida e os arredores, pelo que havia visto no percurso, tampouco merecia atenção. – Tenho sua aprovação? – perguntou Bingley. O sr. Charles Bingley era assim — nunca fazia nada sem aaprovação de seu amigo. Bingley era inseguro e facilmente manipulado. Em razão disto, Darcy tomara para si a incumbência de cuidar do amigo a ponto de decidir sua vida por ele. – Você vai achar a sociedade local um pouco rústica – disse Darcy. – Os costumes do campo? Acho encantadores. Tirando o fato de ser muito influenciável, Bingley tinha um caráter aberto e modos agradáveis que Darcy por vezesinvejava. Bingley estava sempre disposto a gostar de tudo e de todos que conhecia. – Então é melhor ficar com a casa. – Obrigado. É o que farei. Terminado o recesso, a corrida continuou. A princípio Darcy se distraiu com a visão fugaz de alguém que os observava da colina, mas deu pouca atenção a isso e logo ultrapassou seu amigo. Chegando à entrada da Mansão Netherfield, foram recebidos por umcerto sr. Morris que lhes havia mostrado a região naquela manhã, e seria o guia da visita à mansão. Darcy foi obrigado a admitir que Netherfield era uma casa bonita. Os cômodos, embora ligeiramente pequenos, eram muito bem decorados e as terras eram aceitáveis, contudo ele sempre preferiria Pemberley. Após meia hora, Bingley disse: – Sr. Morris, estou extremamente satisfeito com Netherfield. Acho queficarei com ela. O que me diz, Darcy? Darcy desviou seu olhar da janela e o dirigiu a Bingley.

– Se você já se decidiu, acho que é o melhor a fazer. – E por quanto tempo o senhor pretende alugá-la, senhor? – perguntou o sr. Morris. – Ah, eu não sei. Não tenho planos definidos. Mas espero ficar um bom tempo. – Muito bem, senhor. Deixaram Netherfield e Hertfordshire naquela tarde com destino aLondres para informar as irmãs e o cunhado de Bingley sobre o seu sucesso. Bingley parecia muito satisfeito, e não falou de outra coisa além de sua esperança de encontrar bons vizinhos, fazer agradáveis contatos e ter uma estada feliz em Netherfield. Darcy ouviu tudo. Porém, seus pensamentos eram dedicados a um tópico bem diverso. Ele não estava ansioso para voltar a Pemberley naquele outono. Mesmosendo um lugar tão bonito e a companhia de sua irmã tão encantadora, ainda assim se sentia só. Desde o incidente com Georgiana em Ramsgate, Darcy havia se dado conta de que, quando ela se casasse e o deixasse, ele ficaria completamente só. Darcy sentia que alguma coisa faltava em sua vida, mas não sabia o quê. – Darcy, você gostaria de ficar comigo em Netherfield por um tempo? – perguntouBingley, interrompendo seus pensamentos – Minhas irmãs estarão lá e Hurst também. O convite era bem-vindo; a companhia, mesmo que a srta. Bingley, o sr. e a sra. Hurst não fossem os melhores companheiros do país, seria um alívio à solidão que nunca abandonava seu coração. – Obrigado. Aceito seu convite. – E então, o que acha? – Sobre o quê? – De meus futuros vizinhos. O sr. Morris nos informou tudo sobreas famílias mais importantes da região, não se lembra? – Refresque minha memória. – Há duas famílias que se destacam, os Lucas e os Bennet. Os Lucas residem em Lucas Lodge. O chefe da família foi nomeado cavaleiro e mora ali com sua esposa e filhos. A mais velha, de nome Charlotte Lucas, tem vinte e sete anos, não é muito atraente, mas é prática e inteligente. Há uma outra filha, Maria, bonita...
tracking img