O norte apagado: o silenciamento do caboclo na amazônia.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6434 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O NORTE APAGADO: ALGUMAS FORMAS DE MATERIALIZAÇÃO DISCURSIVA
DO SILENCIAMENTO DO INDÍGENA E DO CABOCLO DA AMAZÔNIA
BRASILEIRA1
Luiz Carlos MARTINS2 (UFAM)
Resumo
Esta reflexão trata da relação discursiva entre identidade indígena e
identidade nacional, observando-se como, de um lado os sujeitos amazônidas e de
outro, sujeitos de outros lugares do Brasil, reproduzem as concepçõesidentitárias
dominantes; e como, nessa reprodução, podem produzir equívocos que conduziriam
a transformações. Tomando como base norteadora a metodologia da Análise de
Discurso, estuda-se o deslocamento de sentidos nos discursos dos representantes
da civilização ocidental e nos discursos de amazônidas, pensando-se a forma-sujeito
índio e algumas de suas determinações históricas e ideológicas na suarelação com
o simbólico. Procuro, assim, avaliar quais os fenômenos que rodeiam e as
contradições que determinam a reprodução, o confronto e deslocamento de sentido
sobre a constituição imaginária da identidade nacional na sua relação com o
indígena e o caboclo, tanto no domínio da palavra, como no domínio da imagem.
Palavras-chave: discurso, identidade amazônica e subjetividade.

A manifestaçãodo que seja identidade nacional para todo o Brasil é desigual;
e desiguais são as políticas e os investimentos públicos nos mais variados setores e
lugares, desde o local e nacional ao intra e inter-regional.
Pode-se considerar a linguagem como base que sustenta os tantos fatores
que estruturam essa desigualdade, já que é pela produção simbólica que se
materializará – e fará sentido - ofavorecimento de uns em detrimento de outros. As
análises sociais, econômicas, ambientais, políticas, culturais, tecnológicas, históricas
e a busca pela eqüidade, em diferentes escalas, são comprometidas e prejudicadas,
por assim dizer, através dos processos discursivos que as constituem. Essa é
uma relevante noção na teoria discursiva francesa. “Entendido como o resultado da
ação regulada deobjetos discursivos correspondentes a superfícies lingüísticas que
derivam, elas mesmas, de condições de produção estáveis e homogêneas”
1

Trabalho apresentado no simpósio “Discurso” do II Seminário de Análise de Discurso, em novembro de 2005,
na Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
2

Professor do Departamento de Lingua e Literatura Portuguesa da Universidade Federal do Amazonas edoutorando da Unicamp. (lucamartins@ufam.edu.br)

2

(Pêcheux e Fuchs, 1993, p.181), o processo discursivo são “relações de paráfrases
interiores ao que chamamos a matriz do sentido inerente à formação discursiva” (id.
ib. p. 170).
O processo discursivo se desenvolve na história e tem sua materialidade
assegurada pela língua, para além dela mesma. Essa estrutura que se repete, que
reaparece,que se oculta e traveste, pode ser observada não só na materialidade
textual verbal de diferentes discursos, mas também em todas as manifestações
simbólicas de uma sociedade, assegurando a política identitária desigual.
Tomando como base apenas algumas campanhas do Governo Federal,
podemos perceber como o indígena, o caboclo e a região Norte – como também
parte da região centro/noroeste doBrasil que os representa – são silenciados e
apagados, não bastassem, na mídia nacional, telenovelas, concursos e programas
que fingem abarcar representantes do Brasil inteiro em seus quadros, telejornais que
excluem outros rostos, outras notícias, enfim, toda sorte de produção cultural que
constrói a unidade brasileira, impondo alguns elementos em detrimento da base
racial, por assim dizer epor me faltar termo mais propício, sobre a qual se construiu
essa nação.
Essa disjunção entre um Brasil que aparece e outro que é calado, silenciado,
emudecido, apagado, ignorado tem suas raízes não claramente definidas nas
relações que historicamente se estabeleceram entre a província do Grão-Pará, a
Corte e a colônia brasileira. Assim é que vai se justificar e fazer sentido, termos num...
tracking img