O mundo em que nasci

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (499 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA E TECNOLOGIA LICENCIATURA EM HISTÓRIA “O mundo em que nasci”
3º BAILE DO CLUBE VASSOURINHAS

ANA PAULA ALVES DAMOTA

RECIFE 30/04/2011

INTRODUÇÃO:

O carnaval é uma tradição no Brasil, promove alegria, diversão e mostra a criatividade, a irreverência e a extravagância das variadas fantasias dos foliões.Alguns elementos já não são vivenciados, como por exemplo: o corso, o mela-mela, as batalhas de confetes e serpentinas. Outros como os bailes dos clubes sociais e suas fantasias luxuosas já não têm amesma força que exerciam há algumas décadas.

Os bailes de carnaval surgem no Brasil dentro de um processo de cópia dos carnavais europeus. A introdução no Brasil dos modelos de carnaval europeu sedeu dentro de um processo que procurava enquadrar o País ao modelo de civilidade. Onde a antiga forma de se fazer os dias de momo, deu lugar ao entrudo- folguedo peculiar no Brasil nos tempos dacolônia e império, que consistia em uma brincadeira onde as pessoas jogavam água umas nas outras. Essa prática era combatida pelas autoridades.

Em fevereiro de 1975 aconteceu o 3º baile do vassourinhasno clube português do Recife. Essa festa contou com a presença de vários desfilantes do Sul e da própria cidade, como também artistas de novelas da época. Os pierrôs e colombinas emanavam alegriadurante toda festa, com trajes a rigor e fantasias, que por sinal tornavam ainda mais misterioso e fascinante o evento. Todos os camarotes foram vendidos, as senhas individuais custaram Cr$ 70,00. O júrifoi presidido pelo colunista social na época, Fernando Zerlottini Mattos, titular da coluna de Carlos Swann, do globo e pela senhora Margarida Moura Cavalcanti. ( Colunista: João Alberto) Houveentrega do prêmio no valor de cinco mil cruzeiros, para a melhor fantasia pernambucana. E um relógio trazido por Zacharias do Rêgo Monteiro, premiou a melhor fantasia do Sul. ( Colunista: João Alberto)...
tracking img