O mundo da fisica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4857 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Q SENTIDO DAS FORÇAS DE ATRITO E OS LIVROS
DE 8a SÉRIE
Altair L. Cunha
Escola de 1o e 2o graus "João Bley"
Castelo ES
Helena Caldas
Departamento de Física UFES
Vitória ES

Resumo
Este trabalho procura colocar em evidência elementos que subsidiem
os professores de física, especialmente aqueles do ensino secundário, a
apresentar e a definir o sentido das forças de atrito estático ecinético
de forma a promover a evolução conceitual nos modos de raciocínio
dos seus alunos sobre este fenômeno.
Através de uma análise de conteúdo dos livros de ciências da 8a série
indicados pelo MEC (Guia do livro didático 1999), quanto ao sentido
atribuído às forças de atrito sólido seco (atrito entre sólidos em contato
e sem adição de fluido), mostra-se, a partir das concepções de sensocomum apresentadas pelos alunos sobre este fenômeno, que a
abordagem deste conteúdo específico nos livros analisados não
contribui para que o modelo do aluno seja colocado em questão ou, até
mesmo, contribui para reforçá-lo.

I. Introdução
Pesquisas sobre concepções de senso comum e modos de raciocínio
abordando o fenômeno do atrito sólido seco, desenvolvidas com populações de
diferentespaíses (Brasil, Espanha, França, Itália e Portugal) e de diferentes níveis de
escolaridade, desde estudantes do ensino secundário e superior a professores do 2o grau
(Caldas H., 1994; Caldas H. & Saltiel E., 1995 e 1999a), mostraram que, para a grande
maioria da população interrogada, as forças de atrito cinético e estático são definidas
como sendo forças que sempre se opõem ao movimento (caso doatrito cinético) ou à
tendência do movimento (caso do atrito estático), movimento este que nunca leva em
conta o movimento relativo de deslizamento das superfícies em contato (caso do atrito

Cad.Cat.Ens.Fís., v. 17, n. 1: p. 7-21, abr. 2000.

7

cinético), ou o eventual, ou possível movimento relativo de deslizamento dessas
superfícies, que se produziria na ausência de atrito (caso doatrito estático).
No que se refere ao sentido atribuído às forças de atrito, este modelo
estudantil traz, como conseqüência, a impossibilidade de considerar este fenômeno
como capaz de desenvolver o papel de "motor" do movimento, cujas forças, portanto,
podem ter o mesmo sentido do movimento num dado referencial e serem, para esse
referencial, as forças responsáveis pelo movimento do corpo emestudo.
Por outro lado, trabalhos envolvendo análises de conteúdo de livros
didáticos, no que se refere ao conteúdo específico do fenômeno do atrito sólido seco,
desenvolvidos nos livros utilizados no ensino médio, técnico e superior franceses
(Caldas H., 1994) e nos livros mais utilizados no ensino superior brasileiro (Caldas H.
& Saltiel E., 1999c), mostraram que, numa esmagadora maioria doslivros analisados,
os autores optaram por apresentar as propriedades e leis que regem o fenômeno do
atrito num contexto redutor, isto é, num contexto onde o atrito aparece, essencialmente,
como um fenômeno resistente ao movimento:
Constatou-se, em resumo, que a escolha de um quadro restritivo
para falar sobre as leis do atrito, talvez na tentativa de simplificar e
tornar mais acessível umassunto, que não é tão evidente assim,
omite pontos importantes, quando não deixa outros tantos ambíguos
ou aparentemente contraditórios, levando muitas vezes a
incorreções ou interpretações que poderiam ser evitadas.
Desta forma, os livros analisados não dão a contribuição que
poderiam dar para ajudar a colocar em causa o status adquirido
pelas forças de atrito1, no que diz respeito aosentido destas forças,
e mesmo, muitas vezes, contribuem para reforçá-lo. (Caldas H. &
Saltiel E., 1999c) .
Seja qual for a utilização que se faz do livro didático, parece incontestável
que, no mínimo, ele serve de referência para professores e alunos, quando não é
incorporado totalmente como livro-texto.
Assim, dados os resultados reveladores das pesquisas acima citadas,
pareceu-nos...
tracking img